Acesso ao principal conteúdo
#Cabo Verde/Mau Tempo

Cabo Verde : Governo avalia estragos em Santo Antão

Ilha de Santo Antão. Cabo Verde. 18 de Setembro de 2020.
Ilha de Santo Antão. Cabo Verde. 18 de Setembro de 2020. © Odair Santos
Texto por: Odair Santos
5 min

Este domingo, registou-se uma onda tropical nas ilhas mais orientais de Cabo Verde, Sal e Boa Vista, provocando chuvas moderadas e vento com alguma intensidade, mas sem estragos. Uma semana depois das fortes chuvas no arquipélago, ainda se fazem as contas aos prejuízos e há famílias que continuam desalojadas.

Publicidade

Ainda estão instaladas no Estádio Nacional as cerca de duzentas pessoas que ficaram desalojadas devido às cheias e enxurradas provocadas pelas fortes chuvas no passado fim-de-semana, na Cidade da Praia, na ilha de Santiago.

Na ilha de São Vicente, 30 pessoas tiveram de ser deslocadas e realojadas em escolas. Nos próximos dias, a autarquia local deve transferir os desabrigados pelas cheias para casas arrendadas.

Em Santo Antão, apesar da satisfação e alegria das pessoas pelo facto de haver água em abundância a correr nas ribeiras, as autoridades municipais e nacionais estão no terreno a avaliar os estragos ocorridos em residências, vias de acesso às localidades remotas e nos terrenos agrícolas.

O ministro-adjunto do primeiro-ministro e da Integração Regional, Rui Figueiredo Soares, que se encontra em Santo Antão, disse que "muitas residências ficaram fortemente comprometidas" e em Santo Antão há "muitos prejuízos causados pelas chuvas e muitos gastos vão ter de ser feitos em termos de agricultura".

Este domingo, registou-se uma onda tropical nas ilhas mais orientais do arquipélago, Sal e Boa Vista, provocando chuvas moderadas e vento com alguma intensidade, mas sem estragos.

Reportagem de Odair Santos

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.