Acesso ao principal conteúdo
Cabo Verde

Cabo Verde: Dez corpos dão à costa de ilha do Sal

Ilha do Sal, Cabo Delgado.
Ilha do Sal, Cabo Delgado. Miguel Martins/RFI
Texto por: RFI
2 min

Dez corpos foram encontrados junto à Pedra de Lume, na ilha do Sal, em Cabo Verde. As autoridades suspeitam que estas pessoas seguiam na embarcação que deu à costa ,segunda-feira, com 66 emigrantes clandestinos a bordo.

Publicidade

As autoridades cabo-verdianas avistaram os seis corpos no mar da ilha cabo-verdiana do Sal, suspeitando que estas pessoas faziam parte da embarcação que deu à costa na mesma ilha na,segunda-feira, com 66 emigrantes clandestinos a bordo.

Esta tarde, a rádio de Cabo Verde citava um cidadão senegalês, que está a prestar a apoio às autoridades locais e aos 65 migrantes senegaleses, alojados na ilha de Sal, que avançava que na piroga seguiam 150 indivíduos que deixaram o Senegal, no passado dia 01 de Novembro.

Ainda de acordo com a rádio de Cabo Verde, cinco dias depois dos migrantes terem saído do Senegal, um dos dois motores da piroga incendiou-se e vários indivíduos, em pânico, teriam se lançado para o mar.

As autoridades esperam, por isso, encontrar mais corpos nas águas cabo verdianas, próximos dias.

O primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva garantiu que o governo está a acompanhar a situação e que decisões serão tomadas nas próximas horas.

“Acompanhamos e tomamos as medidas. Não tememos que hajam, de facto, situações fora do controle. Aconteceu assim, como acontece em outras partes do mundo. A prioridade é acolher os refugiados e depois tomar as decisões que se impõem”, argumentou.

No início desta semana, a Inforpress noticiou que uma piroga deu à costa na zona de Pedra de Lume, com cidadãos todos do sexo masculino, que terá partido do Senegal e tinha como destino a Espanha.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.