Cabo Verde

Cabo Verde: Sindicatos denunciam ausência de ministério do Trabalho

José Manuel Vaz, presidente da CCSL.
José Manuel Vaz, presidente da CCSL. © facebook

A confederação cabo-verdiana dos Sindicatos Livres está preocupada com o facto do novo governo não contemplar um ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social.

Publicidade

Em conferência de imprensa, o presidente da Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres (CCSL)¸ José Manuel Vaz mostrou-se preocupado pelo facto do novo governo empossado na quinta-feira, não contemplar um ministério do trabalho, emprego e segurança social, “sectores vitais e importantes para as organizações sindicais” e que segundo José Manuel Vaz que daria “mais consistência às metas e aos objectivos traçados pelo novo governo, nomeadamente o reforço do combate à Covid-19 e a criação de novos postos de trabalho”.

“Na legislatura anterior tínhamos um Ministério da justiça e Trabalho e tínhamos um Ministério da Saúde e  Segurança Social, (no governo que tomou posse na quinta-feira) essas áreas não estão abrangidos claras e nenhum desses ministérios e em nenhum dessas secretarias de estado, daí a nossa proposta que caso esses sectores estão diluídos em alguns ministérios que sejam postos ao público para nosso conhecimento”, disse o presidente da CCSL.

José Manuel Vaz afirmou que "com a Covid-19 em que o mundo do trabalho torna-se mais complexo deveria haver um tratamento específico aos sectores do trabalho, emprego e segurança social".

Ainda a CCSL, propõe ao novo governo que considere a Covid-19 como uma doença profissional, tendo em conta que muitos trabalhadores estão a ser infectados pelo novo coronavírus.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI