HIV/Cura

Depois de 'cura' de bebê com HIV, adultos também controlam infecção

DR

14 adultos infectados pelo vírus do HIV conseguiram controlar a infecção sem medicamentos depois de alguns anos de tratamento, de acordo com uma pesquisa realizada por cientistas franceses publicadas nesta quinta-feira na revista americana PloS Pathogens.

Publicidade

A descoberta acontece pouco mais de uma semana depois do anúncio da provável cura de um bebê contaminado pelo vírus da Aids no nascimento. Dois casos que estão sendo acompanhados de perto pelos pesquisadores. Os primeiros resultados desse estudo, que traz novas esperanças na luta contra a doença, foram publicados em julho do ano passado em Washington, na Conferência Internacional sobre o HIV.

Os 14 pacientes, que iniciaram o tratamento cerca de dez semanas depois da infecção, continuaram a eliminar naturalmente os vírus, sete anos e meio depois de terem interrompido a medicação. “O uso do coquetel provovalmente preservou a resposta imunológica dos pacientes, o que favoreceu o controle da infecção depois do tratamento”, explicou em uma entrevista à rádio France Inter a professora Christine Rouzioux, do hospital Necker, em Paris. Mesmo que os pacientes ainda tenham traços do vírus no sangue, o número de células infectadas circulando no sangue diminuíram nos últimos quatros anos apesar da ausência de retrovirais.

No início de março, os virologistas americanos também anunciaram a possível cura de um bebê, uma menina recém-nascida, que foi contaminada no nascimento. O caso é semelhante aos dos adultos. O vírus não foi totalmente erradicado, mas sua presença é tão fraca que o organismo pode controlá-lo sem tratamento.

Menos de 1% da população tem o perfil genético que possibilita o controle do HIV sem medicamentos, mas no caso dos 14 pacientes em questão, nenhum deles tinha essa característica. Com isso, aumenta a esperança da descoberta de novos mecanismos para controlar a infecção. Para dar continuidade à pesquisa, a Agência Nacional de pesquisa sobre o vírus da Aids deverá coordenar nos próximos meses um grupo maior formado por pacientes de diferentes países.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI