Acesso ao principal conteúdo
Artes plásticas

Brasileiro Vik Muniz ganha retrospectiva na França

O artista plástico Vik Muniz é tema de uma exposição retrospectiva na França.
O artista plástico Vik Muniz é tema de uma exposição retrospectiva na França. V.Álvares
Texto por: RFI
2 min

O museu de arte contemporânea Collection Lambert abriga a primeira grande retrospectiva dedicada ao artista plástico brasileiro Vik Muniz na França. A mostra apresenta ao público francês 110 obras criadas com materiais insólitos como chocolate, diamante e caviar.

Publicidade

Segundo Yvon Lambert, um dos principais galeristas e marchands de arte contemporânea da França, Vik Muniz reinterpreta obras conhecidas do imaginário popular, criando "um mundo que é ao mesmo tempo familiar e diferente do original".

O artista explica que seu trabalho é acessível para todos, "do diretor do museu ao porteiro". "Eu não venho desse mundo. A primeira vez que meus pais entraram em um museu foi para ver uma das minhas exposições. Tenho isso sempre em mente e nunca imagino um público especializado", disse Vik Muniz, que critica "uma espécie de elitismo" da arte contemporânea.

As obras expostas em Avignon foram concebidas segundo o método que o deixou famoso: projetar uma obra no chão com um vídeoprojetor, reproduzi-la com materiais sólidos ou líquidos e ao fim fotografar a instalação.

Os visitantes da exposição podem assim ver retratos de crianças feitos com açúcar, Pollock e Freud em chocolate, uma Monalisa de geléia, divas de Hollywood em diamantes, monstros de caviar, entre outros. 

Uma sala apresenta os retratos de catadores de lixo feitos por eles mesmos em um grande lixão do Rio de Janeiro com tampinhas de garrafa, plásticos e outros detritos. Esse projeto foi documentado no filme "Lixo Extraordinário", indicado para o Oscar.

A exposição "O museu imaginário" fica em cartaz em Avignon, no sul da França, até 13 de maio de 2012.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.