Portugal/Literatura

Lisboa celebra 90 anos do escritor José Saramago

Portugal celebra os 90 anos do seu grande escritor com eventos em toda a capital.
Portugal celebra os 90 anos do seu grande escritor com eventos em toda a capital. DR

O grande escritor completaria 90 anos neste 16 de novembro mas, para os portugueses, José Saramago continua vivo através de suas obras e da honraria que deu ao país: o Prêmio Nobel de Literatura de 1998. Na capital Lisboa, dezenas de eventos estão acontecendo como debates, leituras públicas e exposições em sua homenagem.

Publicidade

A grande festa de José Saramago foi batizada de "Dia do Desassossego", uma dupla homenagem a outro escritor não menos famoso, Fernando Pessoa, que escreveu "O Livro do Desassossego", e a José Saramago, que "escrevia para desassossegar". Ambos estão reunidos na obra "O Ano da Morte de Ricardo Reis".

Ao meio-dia, na Casa dos Bicos, aconteceu um espetáculo de pintura, música e textos. Obras do artista plástico  José Santa-Bárbara iluminaram as janelas da Casa e o Grupo Éter, dirigido por Vera Barbosa, montou um espetáculo baseado nos textos da obra “Memorial do Convento”, tema da exposição. Em seguida, foi ouvida a música de Domenico Sacarlatti escrita para os leitores especialmente para este dia: “90 palavras para 90 anos”.

Foram inauguradas diversas exposições de caricaturistas espanhóis e portugueses sobre José Saramago no Palácio das Galveias, na estação de metrô do aeroporto de Lisboa e na Casa dos Bicos.

Um grande concerto no Teatro Nacional São Carlos de Lisboa encerra nesta noite a homenagem ao inesquecível escritor, que nasceu em Azinhaga, em Portugal, em 16 de novembro de 1922 e morreu em 18 de junho de 2010 em Lanzarote, nas Ilhas Canárias, na Espanha.Saramago é o único escritor lusófono laureado com o Prêmio Nobel de Literatura.

 

 

 

 

 

concierto homenaje a José Saramago. La Orquesta Nacional, dirigida por Nicolás Chalvin, interpretará el Requiem de Fauré y la Sinfonía Fantástica de Berlioz. Se invita a los lectores a que vivan El Día del desasosiego sacando a la calle libros que forman parte de nuestro mejor patrimonio cultural. Iniciemos un rito al estilo del Bloomsday en Dublín: con los libros nos reconoceremos y sabremos que valoramos nuestro mejor yo.

Saludos a todos y les espero en las calles de Lisboa, en la Casa dos Bicos o en el Teatro San Carlos,

Pilar del Río

Descarregar Manifesto Dia do Desassossego

*

Programa

16 de novembro, 12 horas – Casa dos Bicos
Inauguração da exposição de pinturas de José Santa-Bárbara nas janelas da Casa dos Bicos;
Representação de textos de Memorial do Convento a partir das janelas da Casa dos Bicos;
Abertura da exposição de ilustradores portugueses e espanhóis e com textos de José Saramago, no 4.º andar da Casa dos Bicos.

16 de novembro, durante a tarde
Dia do Desassossego – Leituras de O Ano da Morte de Ricardo Reis pelas ruas da Baixa.

16 de novembro, 18 horas – Teatro Nacional de São Carlos
Concerto de homenagem a José Saramago no Teatro Nacional de São Carlos, entrada gratuita sujeita à lotação da sala. Os bilhetes estão disponíveis nas bilheteiras do São Carlos desde o dia 13 de novembro.
O programa do concerto é o que se segue:
Requiem, de Fauré
Sinfonia Fantástica, de Berlioz

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI