Literatura/Garcia Márquez

Universidade do Texas compra arquivos de Garcia Márquez

O escritor Gabriel García Márquez em sua última aparição pública, no dia 6 de março.
O escritor Gabriel García Márquez em sua última aparição pública, no dia 6 de março. REUTERS/Edgard Garrido

Os arquivos pessoais do escritor colombiano Gabriel Garcia Márquez, que morreu no inicio deste ano, foram adquiridos pela Universidade do Texas, em Austin, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira (24). Entre os documentos, estão os manuscritos originais de “Cem Anos de Solidão” e “Amor nos Tempos do Cólera”.

Publicidade

Nascido em 1927 em Aracataca, Colômbia, “Gabo”, como era chamado pelos amigos, recebeu o Nobel de Literatura em 1982. Entre os documentos pessoais que vão para o Texas, há esboços de seu discurso de agradecimento pelo prêmio.

O lote inclui também mais de duas mil cartas, inclusive correspondências com outros escritores notáveis, como Carlos Fuentes e Graham Greene. Há ainda 40 álbuns de fotografias, retratando diversas fases da vida do escritor.

A maior parte dos documentos foi escrita em espanhol. Os arquivos vão ser alojados no Centro Ransom da universidade, dotado de espaço de pesquisas, um museu e uma biblioteca. “Garcia Márquez é um dos gigantes da literatura do século 20, cujo trabalho é rico em originalidade e sabedoria”, declarou Bill Powers, presidente da instituição de ensino.

“A Universidade do Texas, especializado tanto na América Latina quanto na preservação e estudo do processo de escritura, é um lar perfeito para essa importante coleção”, acrescentou Powers, sem informar o valor pago pela coleção.

Gabriel Garcia Márquez morreu em abril deste ano, na Cidade do México, aos 87 anos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI