Acesso ao principal conteúdo
Mundo

Baciro Candé à procura de novos talentos

Seleccionador da Guiné-Bissau, Baciro Candé
Seleccionador da Guiné-Bissau, Baciro Candé RFI/Sébastien Bonijol
Texto por: RFI
4 min

O sorteio do Campeonato Africano das Nações vai realizar no próximo dia 19 de Outubro. Antes de ir para o Gabão assistir ao sorteio, o seleccionador da Guiné-Bissau, Baciro Candé, passou pela França e por Paris.

Publicidade

É primeira vez que Guiné-Bissau, conhecidos por Djurtus, se apuram para o Campeonato Africano das Nações. O guineense Baciro Candé está ao comando desde o início do ano substituindo o português Paulo Torres.

"O objectivo principal era aproximarmos potenciais futebolísticos a nível mundial, sabemos de antemão que a França é um país acolhedor, podemos dizer um país africano porque não temos a menor dúvida quanto à nossa relação", descrever o seleccionador guineense ao microfone de Marco Martins.

A presença de Baciro Candé em França prende-se sobretudo pelo facto de "entrar em contacto com alguns possíveis jogadores que poderão integrar a selecção nacional". Uma viagem que não, no entanto, ficar por aqui, mas alastrar-se por toda a Europa; "começámos aqui em França e podemos alastrar até à Alemanha porque temos lá jogadores, Inglaterra, Bélgica, Holanda, Itália e depois há alguns jogadores nos países de leste. Vamos viajar por todos os países onde haja guineenses a praticar futebol".

Lembramos que os 16 países apurados para a 31.ª primeira edição da Taça das Nações Africanas, que será realizada entre 14 de Janeiro e 5 de Fevereiro de 2017, no Gabão : Marrocos, Argélia, Camarões, Senegal, Egipto, Gana, Guiné-Bissau, Zimbabué, Costa do Marfim, Burkina Faso, Tunísia, RD Congo, Mali, Uganda e Togo.

Baciro Candé, seleccionador da Guiné-Bissau

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.