Acesso ao principal conteúdo
Desporto

Como manter a forma durante o confinamento?

Áudio 10:42
João Dias, Profissional do Exercício Físico
João Dias, Profissional do Exercício Físico © Conta Facebook de João Dias Coach Sportif
Por: Carina Branco
27 min

João Dias é um profissional do exercício físico que teve de fechar o seu ginásio devido ao confinamento e passou a fazer treinos colectivos via Skype, com participantes de Portugal, França e Suíça e com material como garrafões de água e pacotes de arroz. O treinador também coloca vídeos nas redes sociais com exercícios e dicas alimentares. É possível manter-se em forma em pleno confinamento? A resposta neste programa.

Publicidade

Manter uma "mente sã em corpo são" é um desafio titânico em pleno confinamento. Se está fechado em casa, num apartamento pequeno, em teletrabalho ou sem trabalho, com filhos a quem deve dar aulas ou sem filhos e a sentir-se só, a tendência é sentar-se no sofá e comer. Há quem descubra novas aptidões gastronómicas e se aventure em grandes receitas, há quem se limite às bolachas que dão um conforto mental a quem precisa de motivação.... Mas terá mesmo de ser assim? Não.

A resposta é de João Dias, um profissional do exercício físico que teve de fechar o seu ginásio e passou a fazer treinos colectivos via skype com garrafões de água, pacotes de arroz e o que houver para substituir alteres ou coisas equivalentes do mundo do “fitness”. João também partilha vídeos “sete dias por semana” nas redes sociais “para ser aberto ao maior número de pessoas”, com exercícios físicos e dicas alimentares que todos podem testar. Afinal é possível dar saltos, levar os joelhos ao peito e fazer agachamentos e flexões na sala de estar e limitar a cozinha à preparação de receitas saudáveis... Até porque a OMS recomenda 30 minutos de exercício físico por dia aliado a uma alimentação saudável e desporto em tempo de confinamento também é bom para “aumentar a imunidade”, avisa João Dias.

Convidado João Dias

Treinos "online" para manter a linha

Neste programa, oiça a entrevista em que João Dias dá várias dicas para quem se quiser manter em forma mesmo dentro de quatro paredes. “Com esta crise sanitária e económica, as pessoas vão começar a pensar mais nelas, no seu bem-estar e na sua saúde. A base da saúde e do bem-estar é o exercício físico e a alimentação”, sublinha.

“Fui obrigado a fechar o meu ginásio e como não queria que as pessoas parassem aquilo que tinham feito de bom, decidi propor treinos online via Skype ou mesmo via redes sociais. Também partilho treinos onde filmo, gravo os exercícios a fazer, repetições, séries, etc, e partilho todos os dias”, conta, sublinhando que o objectivo é trabalhar não apenas “a saúde física mas também mental”.

No Skype, os treinos são colectivos. Alunos e professor vêem-se todos no ecrã, tendo como pano de fundo uma sala, uma cozinha ou um quarto. João dá o exercício, as repetições e o número de séries, e corrige as posturas. “Eu entro um bocadinho em casa de cada pessoa – desde já agradeço às pessoas que me deixam entrar em suas casas – corrijo quando é preciso corrigir, quando é preciso aumentar ou baixar ritmos também dou essas dicas”, explica.

O exercício físico até pode ser uma fuga em pleno confinamento. Uma solução encontrada por alguém que teve de suspender actividade e que também vai ter de enfrentar os prejuízos económicos provocados pelo isolamento social. Poderá este período criar novos hábitos e ancorar oportunidades de negócio online?

O que eu quero mesmo é que as pessoas continuem activas. Penso que o único senão no fim do confinamento será mesmo a crise económica, ou seja, as pessoas vão ter menos poder de compra, vão dar prioridade a outras coisas que não passam pelo exercício físico, mas também pode acontecer que as pessoas saiam daqui já motivadas e queiram continuar o seu exercício diário no ginásio. É normal que o treino em ginásio seja mais eficiente do que o treino em casa com pouco material”, diz.

Para mais exercícios físicos e dicas alimentares, pode consultar a sua página Facebook  - “João Dias Coach Sportif” ou simplesmente “João Dias” - assim como na sua conta Instagram @joaodias_training. Mas fica o aviso final: “As redes sociais até podem ter um papel importante, mas depois tem que partir um bocadinho das pessoas. Nós não podemos fazer por elas. Eu tento dar dicas, algumas coisas básicas, mudanças simples no dia-a-dia, mas se a pessoa não tiver vontade, não vai acontecer. Tem que partir da nossa parte enquanto profissionais e também da pessoa.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.