Revolta árabe/ UE

União Europeia disponibiliza 6 bilhões de euros para países árabes

presidente do BEI, Philippe Maystadt, anunciou que financiamento de até 6 bilhões de euros está disponível.
presidente do BEI, Philippe Maystadt, anunciou que financiamento de até 6 bilhões de euros está disponível. REUTERS/Francois Lenoir
Texto por: RFI
2 min

O Banco Europeu de Investimentos (BEI), braço financeiro da União Europeia, anunciou hoje que está pronta para dobrar os empréstimos para os países do sul do mar Mediterrâneo. Tunísia, Egito, Líbia, Marrocos, Argélia, Síria, Jordânia, Israel e territórios palestinos terão à disposição um montante que poderá chegar a 6 bilhões de euros (13,7 bilhões de reais) em três anos.

Publicidade

O valor previsto era de 2,8 bilhões de euros (6,37 bilhões de reais). O objetivo do BEI é de ajudar os países na “transição para a democracia”, de acordo com o presidente da instituição, Philippe Maystadt, durante uma coletiva de imprensa em Bruxelas.

De acordo com Maystadt, a iniciativa visa a “mostrar que a Europa é capaz de reagir muito rapidamente” aos distúrbios ocorridos na região, e que a UE deseja financiar as necessidades econômicas dos países afetados para que “a desesperança que existe na região não ceda espaço também para um momento delicado econômico e social”. Os países que engrenarem uma transição democrática terão a prioridade para receber ajuda financeira, para que possam priorizar investimentos que criem empregos.

O BEI estima que, caso do Tunísia, a liberdade recém conquistada poderá permitir uma taxa de crescimento do PIB de 1 ou 2% ao ano. Já em 2011, o país poderá se beneficiar de até um bilhão de euros. O presidente destacou que na Líbia, entretanto, o órgão jamais foi autorizado a atuar.

O BEI adquire empréstimos no mercado com as garantias da União Européia, situação que lhe garante condições especialmente favoráveis. Em troca, o órgão financia projetos a taxas menores do que a praticadas no mercado.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI