Acesso ao principal conteúdo
Brasil/Economia

Le Figaro destaca afirmação de Mantega de que economia brasileira não está superaquecida

O Ministro da Fazenda, Guido Mantega.
O Ministro da Fazenda, Guido Mantega. Antonio Cruz/ABr
Texto por: Adriana Moysés
3 min

O caderno de economia do jornal francês Le Figaro repercutiu na sua edição de hoje a palestra que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, deu ontem em Paris para uma plateia de investidores e banqueiros.  

Publicidade

Le Figaro destaca a afirmação do ministro de que a economia do país não está superaquecida e o comentário de Mantega negando "as reservas divulgadas pelos experts" nas últimas semanas. O diário cita ainda a ironia do ministro ao criticar os que apontam o excesso de aquecimento da economia brasileira: Mantega disse que são os países avançados é que estão sub-aquecidos.

Le Figaro também destaca o fato de que, conforme afirmações de Mantega e do presidente do BNDES, Luiz Eduardo Melin, feitas ontem em Paris, o governo do Brasil "não vai escolher um lado na batalha entre os grupos de distribuição franceses Carrefour e Casino para o controle do distribuidor brasileiro CBD-Pão de Açúcar".

Mas o assunto que de fato domina as manchetes da imprensa francesa nesta sexta-feira é a polêmica sobre um balanço negativo da política de Nicolas Sarkozy para coibir a violência e a insegurança na França, publicado ontem pelo Tribunal de Contas.

O relatório indica que de 2002 até hoje - período em que Sarkozy comandou a política na área primeiro como ministro e depois como presidente - houve um aumento de 21% da violência na França. O relatório aponta que a "cultura do resultado", medido em números, "não resultou em uma melhoria" da situação. Além disso, medidas como a instalação maciça de câmeras de segurança não surtiram o efeito desejado.

A enérgica reação contra o relatório por parte do ministro do Interior, Claude Guéant, é destaque nos jornais. Para ele, o estudo é "parcial" e "questionável". Libération, jornal próximo da esquerda, vai além e afirma que Guéant, uma pessoa com atitude "agressiva em relação à imigração e à segurança, não aceita críticas" ao seu desempenho frente ao ministério responsável por essas questões.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.