Brasil/Economia

PIB brasileiro em 2012 registra pior crescimento dos últimos três anos

Loja das Casas Bahia em São Paulo: o setor de serviços brasileiro registrou alta de 1,7% em 2012.
Loja das Casas Bahia em São Paulo: o setor de serviços brasileiro registrou alta de 1,7% em 2012. Reuters

A economia brasileira cresceu menos do que o esperado em 2012. A taxa de crescimento do PIB divulgada oficialmente nesta sexta-feira, 1º de março de 2013, foi de apenas 0,9%, a pior dos últimos três anos. O FMI previa para o Brasil um crescimento de 1% e a OCDE de 1,5% em 2012.

Publicidade

O acumulado anual é resultado do pequeno aumento do PIB brasileiro no quarto trimestre do ano, de 0,6%, em relação ao terceiro trimestre. Os setores industrial e agropecuário são responsáveis pelo baixo desempenho. Segundo o IBGE, o Instituto Brasil de Geografia e Estatística, o setor agroalimentar cresceu 2,3%, o industrial 0,8% e o de serviços 1,7%.

Com o crescimento de 0,9% em 2012, a principal economia da América Latina registra sua pior taxa desde 2009, quando o PIB brasileiro recuou 0,3% por causa da crise mundial. Inicialmente, o governo brasileiro apostava num aumento de 4,5% para 2012, mas teve que revisar para baixo suas projeções ao longo do ano e esperava um crescimento de 1%.

Em 2010 o PIB do Brasil cresceu 7,5% e no ano seguinte, 2,7%. Para 2013 e 2014, as perspectivas são de crescimento, mesmo se as principais instituições internacionais já reduziram suas projeções. O FMI espera que o PIB brasileiro cresça 3,5% neste ano e 4% no seguinte, valores 0,4% e 0,1% inferiores aos projetados em outubro de 2012. Já a OCDE prevê um crescimento de 4% em 2013 e 4,1% em 2014 .

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI