Acesso ao principal conteúdo
Reino Unido/ crise

Agência Fitch rebaixa nota da economia britânica

Agência não percebeu melhorias na economia britânica e rebaixou classificação.
Agência não percebeu melhorias na economia britânica e rebaixou classificação. REUTERS
2 min

A Grã-Bretanha perdeu hoje a nota máxima de credibilidade no mercado financeiro, o AAA, na avaliação da agência classificação de riscos Fitch. Agora, o país passa a ter a nota imediatamente abaixo, a AA+, com menção “estável” - o que significa que a agência não pretende rebaixar mais a classificação.

Publicidade

Ao justificar a decisão, a Fitch indicou que a conjuntura econômica e das contas públicas britânicas estão debilitadas, resultando em uma elevação das projeções de médio prazo para o déficit e a dívida pública britânica, além de perspectivas reduzidas de crescimento. A agência havia colocado a Grã-Bretanha “em observação” no dia 22 de março e durante o período, julgou que as condições econômicas do país pioraram.

O anúncio é uma nova derrota para o premiê conservador David Cameron, depois de a agência Moody’s também ter retirado o triplo A britânico, em fevereiro. “A degradação da nota soberana do Reino Unido reflete, em primeiro lugar, as perspectivas econômicas e orçamentárias mais frágeis”, diz a nota publicada pela Fitch, que projeta que a dívida pública bruta do país atinja 101% do PIB entre 2015 e 2016.

Agora, apenas a terceira das principais agências de classificação de riscos, a Standard & Poor’s, mantém o rating máximo para a Grã-Bretanha. A França perdeu a sua nota AAA no ano passado, uma consequência da crise na zona do euro.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.