Economia

Desemprego atinge novo recorde na França

A França registrou mais uma vez alta no índice de desemprego
A França registrou mais uma vez alta no índice de desemprego REUTERS/Charles Platiau/Files

Uma má notícia para os franceses em meio às festas de fim de ano. O número de desempregados aumentou em 27.400 em novembro, atingindo um novo recorde na França. O primeiro-ministro Manuel Valls já havia dito antes da divulgação dos dados que a situação não era boa. E agora está confirmado: um aumento de 0,8 % na taxa de desemprego.

Publicidade

"No acumulado dos últimos três meses houve crescimento do desemprego no país", afirma Bruno Ducoudré, do OFCE (Observatório Francês das Conjunturas Econômicas). No total, há 5.478.600 desempregados. A alta afeta duramente os jovens de menos de 25 anos e as pessoas com mais de 50 anos, com um aumento de 0,6% em ambas as faixas etárias. O aumento acumulado no ano chega a 11%.

Os dados vão na direção contrária à inversão da curva do desemprego prometida para o fim do ano passado pelo presidente François Hollande e se devem ao fraco crescimento econômico registrado na França. Segundo Ducoudré, "isso se explica em parte pelo fato de que tivemos um primeiro semestre que não foi bom, com 0 e -0,1 de crescimento".

Empresas

Em relação às empresas, as dificuldades persistem, particularmente para as pequenas e médias. Pagando muitos impostos, os empresários não contratam e não ousam realizar investimentos. Segundo o Instituto Nacional de Estatística e Estudos Econômicos, a taxa de desemprego deve continuar aumentando até junho de 2015. Uma estimativa com a qual Ducoudré concorda: "A previsão é de alta, mas não tanta, porque a política de emprego e a aceleração do crescimento do governo devem evitar uma grande perda de postos de trabalho".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI