Futebol/Brandão

Brandão será punido por caso de abuso sexual e poderá deixar o Marselha

O jogador Brandão do Olympique de Marselha
O jogador Brandão do Olympique de Marselha Reuters

O Olympique de Marselha enfrenta na noite desta sexta-feira o líder do campeonato francês, Rennes, em um clima bastante tenso devido ao caso de abuso sexual envolvendo o atacante brasileiro Brandão. O jogador está fora da partida e a direção do clube concordou em dar 10 dias de descanso a Brandão que deverá viajar ao Brasil na próxima segunda-feira.

Publicidade

Na quinta-feira o presidente do Marselha, Jean-Claude Dassier, confirmou que na volta Brandão deverá receber uma punição, sem revelar a medida a ser adotada para sancionar o jogador que é acusado de violentar uma jovem de 23 anos em seu carro após os dois terem saído de uma boate. Para o presidente do Marselha, Brandão não está em condições psicológicas para jogar futebol e afirmou que a atitude do atacante é inaceitável, em referência ao excesso de consumo de álcool e à saída noturna do jogador às vésperar de uma importante partida da equipe.

Dassier não quis comentar o caso de abuso sexual que está sendo investigado pela justiça mas decidiu fazer uma reunião ontem com o elenco para lembrar a responsabilidade dos jogadores com o clube e seu comportamento fora dele. A direção do Olympique de Marselha deu a entender que as portas de saída do clube estão abertas e, apesar de difícil, não descarta negociar o passe do jogador com algum clube do leste da Europa até o dia 15 de março, data limite de transferência para esses países. Brandão tem contrato com o Marselha até 2013.

Apoio

Brandão tem tido bastante apoio dos companheiros de trabalho de acordo com o zagueiro Hilton, outro brasileiro do time que é o atual campeão francês. "O Brandão é um jogador super querido no clube. Quando ele voltar do Brasil todo mundo vai manter esse mesmo pensamento, de apoiá-lo", disse Hilton en entrevista à Rádio França Internacional.

O atacante brasileiro Brandão, entrevistado por Elcio Ramalho.

O zagueiro, que esteve com Brandão logo após o atacante ter deixado a delegacia de polícia após a prisão preventiva, disse que o atacante está muito abatido e chocado com a denúncia feita pela jovem. Brandão admitiu que teve um relacionamento sexual mas que foi com o consentimento da mulher que chegou a retirar a queixa de agressão sexual e depois voltou atrás.

Segundo Hilton, o jogador não chegou a comentar uma provável saída do clube, mas deu a entender que a hipótese está sendo avaliada por Brandão. "Se ele tiver uma oportunidade de sair do clube ele não vai pensar duas vezes. Eu acho que ele vai sair para se afastar um pouco dessa situação", concluiu.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI