Copa 2014/Brasil

Brasil está mais atrasado do que África do Sul para a Copa alerta Blatter

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, durante a coletiva nesta segunda-feira, em Genebra.
O presidente da FIFA, Joseph Blatter, durante a coletiva nesta segunda-feira, em Genebra. Reuters

O presidente da Federação Internacional de Futebol, Joseph Blatter, fez uma comparação nesta segunda-feira entre a África do Sul, que organizou a Copa do Mundo 2010, e o Brasil três anos antes do início do torneio e advertiu o Brasil por sua lentidão nos preparativos para o Mundial 2014.

Publicidade

O presidente da FIFA fez a advertência durante entrevista coletiva em Genebra, Suíça. Joseph Blatter lamenta que as obras estejam muito atrasadas e que os estádios que vão sediar jogos ainda não estejam prontos. “Quero dizer a meus colegas brasileiros que a Copa do Mundo 2014 é amanhã e não depois de amanhã, como eles pensam”, declarou.

Blatter lembrou que estamos a três anos do ponta pé inicial do Mundial e a dois da Copa das Confederações. Uma comparação entre o Brasil e a África do Sul no mesmo prazo mostra que os sul-africanos estavam muito mais adiantados do que os brasileiros hoje.

"Se o Brasil continuar deste jeito, ele não terá condições de organizar jogos nem no Rio de Janeiro, nem em São Paulo na Copa das Confederações em 2013", alertou o presidente da FIFA. Esse torneio, que acontece um ano antes do Mundial, serve de ensaio geral para a Copa do Mundo. Joseph Blatter não acha que a solução seria reduzir o atual número de 12 estádios e cidades brasileiras que irão sediar os jogos. Para ele a solução é o Brasil acelerar os preparativos.

O presidente da FIFA também anunciou durante a coletiva que irá apresentar durante o próximo congresso da Federação, em junho, uma nova estratégia para lutar contra a corrupção, fraudes e discriminação no futebol. Joseph Blatter deve ser candidato a sua sucessão durante o evento, mas hoje em Genebra ele não quis se pronunciar sobre sua eventual candidatura.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI