Judô/Mundial

Com bronze de Mayra Aguiar, Brasil chega a 5 medalhas e faz melhor campanha em Mundiais

A judoca brasileira Mayra Aguiar exibe sua medalha de bronze conquistada em Paris.
A judoca brasileira Mayra Aguiar exibe sua medalha de bronze conquistada em Paris. Elcio Ramalho
Texto por: Elcio Ramalho
4 min

A judoca Mayra Aguiar conquistou a medalha de bronze na categoria meio-pesado (78kg) no Mundial de Judô disputado em Paris após a vitória sobre a alemã Heide Wollert com ippon. Com o terceiro lugar de Mayra, o Brasil chega à sua 5ª medalha na competição (2 de prata e 3 de bronze), e registra sua melhor participação em Mundiais.( Em 2007 e 2010 foram 4 medalhas).

Publicidade

"Medalhar é sempre bom e ainda fazendo esse feito, colocando o Brasil cada vez mais para cima, é uma honra", disse a judoca após a cerimônia de premiação. Mesmo com um sorriso no rosto e esbanjando simpatia, Mayra não escondeu a decepção com a derrota para a japonesa Akari Ogata que a tirou da disputa da final. 

"Entrei nessa competição querendo só o ouro, mas veio o bronze... é ver o que errou”, disse. "Essa medalha vai entrar na minha carreira como um grande feito. Fiz uma boa competição e boas lutas e tenho muita coisa para melhorar",completou.

Mayra agora pensa que pode ter um desempenho ainda melhor nas Olimpíadas do ano que vem, em Londres. "O Aurélio Miguel (judoca brasileiro) disse que quem ganha o Mundial não ganha Olimpíadas. Vamos pensar nisso aí, no ouro olímpico", afirmou.

O percurso de Mayra começou com uma vitória sobre a marfinense Hortence Anatanga. Na sequência venceu a alemã Louise Malzahn e a húngara Abigel Joo. Já na fase semi-final, a medalha de prata no Mundial de Tóquio-2010 caiu diante da japonesa Akari Ogata, líder do ranking, que ficou com a medalha de prata. A medalha de ouro foi conquistada pela francesa Audrey Tcheumeo.

Na categoria médio (70 kg) a brasileira Maria Portela estreou bem com uma vitória sobre a canadense Kalita Zupancic. Mas a gaúcha foi eliminada na segunda rodada ao perder para a eslovaca Rasa Sraka. A francesa Lucie Decosse foi a medalha de ouro na categoria. A holandesa Edith Boshc ficou com a prata na categoria.

Masculino

O Brasil ficou sem medalha em sua participação no quadro masculino. Na categoria médio (90kg) Hugo Pessanha passou pelos seus três primeiros adversários; Algars Milenbergs da Letônia, Alexandr Kassachev do Cazaquistão e o camaronês Dieudonne Dolassem.

Na disputa por uma vaga na semi-final, ele foi derrotado pelo grego Ilias Iliadis, líder do ranking. Na repescagem, Pessanha perdeu para o sul-coreano Kyu-Won Lee por ippon e terminou o campeonato em sétimo lugar.

Tiago Camilo, sétimo do ranking, passou pelo senegalês Tibane Paye e o sul-coreano Dae-Nom Song. Mas na luta seguinte foi derrotado pelo ucraniano Valentyn Gregov e disse adeus ao Mundial.

O grego Iliadis, líder do ranking terminou com a medalha de ouro após a vitória sobre o japonês Daiki Nishiyama na final.

No quadro total de medalhas, o Japão continua disparado na liderança com um total de 14, sendo 5 de ouro, 6 de prata e 3 bronze. A França vem em segundo com 3 de ouro e uma de bronze. O Brasil está em sexto lugar atrás da Coreia do Sul, Uzbequistão e Grécia.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI