Fifa

Messi conquista Bola de Ouro e se iguala a Ronaldo e Zidane

Lionel Messi ao lado de Pelé na cerimônia da Fifa em Zurique.
Lionel Messi ao lado de Pelé na cerimônia da Fifa em Zurique. Reuters
Texto por: RFI
3 min

O argentino Lionel Messi, do Barcelona, foi eleito sem surpresas pela Fifa o melhor jogador do mundo em 2011, em uma cerimônia realizada nesta segunda-feira em Zurique, na Suíça. Com um total de três troféus, ele se iguala ao feito do brasileiro Ronaldo e do francês Zinedine Zidane.

Publicidade

Com 47,88% dos votos de jornalistas, treinadores e capitães das seleções, Lionel Messi superou o português Cristiano Ronaldo (21,6%) e o espanhol Xavi Hernandez (9,23%).

O camisa 10 do Barcelona é o segundo jogador a ganhar o Bola de Ouro por três anos seguidos. O atual presidente da Federação Europeia de Futebol (Uefa), Michel Platini, levou o prêmio em 1983, 1984 e 1985.

"Ganhar três vezes seguidas é uma grande honra. Divido esse prêmio com as pessoas que me ajudaram, meus companheiros de equipe e meu treinador. Quero também compartilhar com Xavi, é um prazer estar com você na equipe", afirmou Messi, que recebeu o troféu das mãos de Ronaldo.

Pelé aproveitou para tirar uma foto ao lado do argentino. Ao ser chamado ao palco como representante do governo brasileiro, ele chamou o presidente da Fifa, Jospeh Blatter, de "meu amigo" durante o discurso. Disse ainda ser agradecido a Deus por estar presente na cerimônia de um prêmio tão concorrido. "Se eu não tivesse nascido como um ser humano, teria nascido como uma bola de futebol", brincou Pelé.

Melhor técnico

Para a alegria do Barcelona ficar completa, Pep Guardiola foi eleito melhor técnico de futebol masculino em 2011.

"Eu gostaria de compartilhar essa honra com Mourinho e Ferguson, quero dedicar esse prêmio a todos os apaixonados por este clube, para todos que ajudaram a desenvolver este que é um dos maiores clubes do mundo. Digo isso do fundo do coração", declarou Guardiola.

Marta perde reinado

No futebol feminino, terminou nesta segunda-feira a hegemonia da pentacampeã Marta no prêmio da Fifa.  Quem desbancou a brasileira foi a japonesa Homare Sawa, de 33 anos. Marta ficou em segundo lugar e a americana Abby Wambach, em terceiro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI