Liga dos Campeões

Lyon é eliminado da Liga dos Campeões após vitória histórica do Apoel

O atacante do Olympique de Lyon, Michel Bastos, ao centro.
O atacante do Olympique de Lyon, Michel Bastos, ao centro. REUTERS/Robert Pratta
3 min

O time cipriota Apoel bateu o Olympique de Lyon nos pênaltis, ontem, nas oitavas de final da Liga dos Campeões. A partida no estádio Neo GPS, no Chipre, terminou em 1 a 0 para o time da casa. Como o Lyon havia vencido pelo mesmo placar no jogo de ida, a decisão foi para a prorrogação e em seguida para os pênaltis.

Publicidade

A inédita classificação do Apoel ocorreu graças ao goleiro grego Chiotis, que defendeu as cobranças de Lacazete e do brasileiro Michel Bastos. No outro jogo da noite, o Barcelona massacrou o Bayern Leverkusen por 7 a 1, com cinco gols do argentino Lionel Messi.

Com a derrota, o Lyon foi eliminado pela quinta vez nas últimas seis temporadas na fase de oitavas de final da Liga dos Campeões. Depois de perder para grandes equipes do futebol europeu, como Roma, Manchester United, Barcelona e Real Madrid, a equipe dos brasileiros Cris, Ederson e Michel Bastos deu adeus ao principal torneio do continente, desta vez contra com um time bastante inexpressivo no cenário europeu. Agora, o Apoel se junta ao atual campeão, o Barcelona, goleador da rodada, e também ao Milan e ao Benfica, classificados na terça-feira para as quartas de final.

Nesta quinta-feira, a imprensa francesa não mede os elogios a Messi e ao Barcelona, forte candidato a um novo título. "Quando o clube catalão joga do jeito que jogou, quando Messi entra em campo em estado de levitação e transforma cada toque de bola num gol, fica parecendo mais um espetáculo de circo do que um jogo de futebol para os adversários", escreve o jornal esportivo L'Equipe.

Sobre a derrota do Lyon para o Apoel, o L'Equipe diz que o capitão brasileiro Cris foi talvez o único jogador do time a lutar até o fim pela classificação. "É verdade que Cris esteve implicado no lance que deu o gol ao Apoel, no tempo regulamentar, mas isso não faz do brasileiro o responsável pela derrota. Ao contrário, Cris foi o único jogador do Lyon que esteve à altura dos acontecimentos", escreve o L'Equipe.

Na terça-feira que vem, dia 13, a Inter de Milão recebe o Marselha e o Bayern de Munique pega o Basel em jogos de volta pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Na quarta-feira, será a vez do Real Madrid buscar a classificação contra o CSKA Moscou e o Chelsea desafiar o Nápolis.

A Uefa realizará um sorteio para definir os confrontos da próxima fase e o caminho que cada equipe terá pela frente até a decisão, na Allianz Arena, em Munique. A final acontece no dia 19 de maio.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI