Acesso ao principal conteúdo
Tênis/Roland Garros

Nadal derrota Ferrer e vai disputar sétima final de Roland Garros

Rafael Nadal (à direita) consola o amigo David Ferrer após vencer a semifinal desta sexta-feira, 8 de junho de 2012, em Roland Garros.
Rafael Nadal (à direita) consola o amigo David Ferrer após vencer a semifinal desta sexta-feira, 8 de junho de 2012, em Roland Garros. REUTERS/Benoit Tessier
4 min

O espanhol Rafael Nadal, n° 2 do tênis mundial, se classificou hoje para disputar sua sétima final do torneio de Roland Garros. Nadal derrotou seu compatriota e amigo David Ferrer, sexto colocado no ranking da ATP, por 6-2, 6-2 e 6-1, na quadra central Philippe Chatrier. Na final de domingo, Nadal vai enfrentar o vencedor do duelo entre o sérvio Novak Djokovic (n° 1 do mundo) e o suíço Roger Federer (n° 3), jogo que está em curso.

Publicidade

Ferrer deixou a quadra abatido pela derrota. "Nadal é melhor do que eu. Tentei dar o meu melhor, mas meu adversário era melhor", disse o tenista que eliminou Andy Murray (n° 4 do ranking) e disputou pela primeira vez, aos 30 anos, sua primeira semifinal em Roland Garros. Ferrer avaliou que não foi suficientemente agressivo no jogo, enquanto Nadal "esteve bem do começo ao fim". Apostando agora num sétimo título para o amigo seis vezes campeão em Roland Garros, e conhecido por ser o rei do saibro, Ferrer deixa o torneio satisfeito com seu desempenho.

Como faz desde o início do torneio, Nadal "devorou" o adversário. Ele chega à final favorito, não tendo perdido até agora nenhum set. É verdade que Nadal teve sorte no sorteio de chaves e nesta edição só enfrentou adversários mais fracos. Qualquer que seja o vencedor do duelo Djokovic-Federer, Nadal fará sua 16ª final de Grand Slam, com dez títulos no currículo. "Fico triste por Ferrer, ele também merece chegar à final. Foi uma partida fantástica para mim e estou muito feliz", declarou o tenista.

Esta foi a 51ª vitória de Nadal em Roland Garros, onde ele só perdeu uma vez, em 2009, contra o sueco Robin Soderling nas oitavas de final. Se ele conquistar o sétimo troféu no torneio, no domingo, baterá o recorde de seis vitórias de Bjorn Borg. Nadal também chega pela quinta vez consecutiva à final de um torneio do Grand Slam, um feito já inscrito no currículo de Federer (10 finais consecutivas entre 2005 et 2007).

A outra semifinal entre Djokovic e Federer teve o início adiado por causa da chuva. Os dois tenistas tinham acabado de terminar o aquecimento, por volta das 11h30 no horário de Brasília, quando a chuva voltou a cair no conjunto esportivo interrompendo a programação. O jogo finalmente começou às 12h04.

Final feminina

Na chave individual feminina, a italiana Sara Errani e a russa Maria Sharapova vão disputar a final do torneio neste sábado. Errani surpreendeu, ontem, ao eliminar a australiana Samantha Stosur por 7-5, 1-6 e 6-3. A jogadora italiana entrou na edição desse ano de Roland Garros como 24ª no ranking mundial e seu melhor resultado até agora tinha sido uma colocação nas quartas de final do Aberto da Austrália, em janeiro passado. A russa Maria Sharapova, segunda cabeça de chave, se classificou para a final ao vencer com facilidade, por um duplo 6-3, a tcheca Petra Kvitova (n° 4).

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.