Futebol

Pancadaria ofusca jogos da Liga Europa na quinta-feira

Goleiro Lloris, do Tottenham, defende chute da Lazio. Jogo morno acabou ofuscado por brigas de torcida
Goleiro Lloris, do Tottenham, defende chute da Lazio. Jogo morno acabou ofuscado por brigas de torcida REUTERS/Alessandro Bianchi

A série de jogos válidos pela fase de grupos da Liga Europa nesta quinta-feira acabou ofuscada por brigas de torcedores. Na Itália, aconteceu o caso mais grave: Mario Pinnelli (27) e Francesco Ianari (26), torcedores do Roma, foram presos por tentativa de assassinato. Câmeras de segurança identificaram os dois entre 50 tifosi (membros das organizadas italianas) que atacaram um grupo de torcedores ingleses, antes do empate sem gols entre Lazio e Tottenham. Dez visitantes ficaram feridos. Um deles, identificado como Ashley Mills, foi hospitalizado em estado grave, com ferimentos na cabeça, mas não corre mais risco de morte.

Publicidade

A princípio, a polícia desconfiava que os agressores fossem membros da Ultra, a principal torcida organizada da Lazio, já que vários deles integram grupos de extrema-direita com tendências antissemitas e o Tottenham é, tradicionalmente, o clube judeu de Londres. Mas o problema pode ser mais complexo: uma troca de mensagens no celular de Ianari mostrou que os agressores combinaram o ataque com um ultra, apesar de Roma e Lazio serem rivais. O presidente da Lazio, Claudio Lotito, garantiu que seus torcedores não tiveram "nada a ver" com a violência e que não comentaria o caso antes que os "fatos fossem esclarecidos".

O que se sabe é que o ataque foi muito bem coordenado. De acordo com o dono do pub que serviu de palco para as agressões, os tifosi bloquearam a porta dos fundos do estabelecimento para que os ingleses não fugissem e lançaram bombas de gás lacrimogênio. Depois, invadiram o bar com chaves inglesas, barras de ferro e tudo mais que puderam encontrar. Até mesas viraram armas.

Incidentes de menor proporção aconteceram em Marselha, no jogo entre Olympique Marseille e Fenerbahçe, também válido pela fase de grupos da Liga Europa. Os conflitos começaram logo depois que a equipe turca marcou o único gol do jogo, aos 40 minutos do primeiro tempo. De acordo com a polícia, torcedores visitantes lançaram rojões contra os adversários. O clube francês, eliminado ontem, se queixou que mais de mil e setecentos turcos compraram ingressos na área reservada aos torcedores da casa. Todos se misturaram e houve outros atritos nas arquibancadas. Três torcedores do Fenerbahçe (um turco e dois franceses de origem turca) foram detidos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI