Neymar é "muito habilidoso", diz treinador da Itália antes de amistoso

A Seleção Brasileira fez mais um treino em Genebra.
A Seleção Brasileira fez mais um treino em Genebra. CBF/ Mowa Press

Enquanto Itália e Brasil se preparam para um duelo nos gramados suíços, técnicos se elogiam. Partida acontece hoje, às 16h30, e trará Neymar, Fred e Hulk no ataque.

Publicidade

Com a colaboração de Mariana Muniz

O time do Brasil é favorito no amistoso de hoje contra a Itália. Ao menos esta é a opinião do técnico da seleção italiana, Cesare Prandelli, em entrevista nesta quarta-feira. Na partida, que acontece às 20h30 (16h30 de Brasília) em Genebra, na Suíça, o italiano pretende testar sua jovem equipe no campo.

Cesare Prandelli falou também que Neymar é atualmente " um dos jogadores mais interessantes" do futebol. "Ele é muito habilidoso, tem grande qualidade técnica, sabe mudar de ritmo", disse. O rival do Brasil desta quinta-feira (21) fez referência ao estilo de treinar de Luiz Felipe Scolari, reconhecendo que a seleção brasileira ainda está passando por ajustes, mas que nunca perdeu sua qualidade.

Espírito esportivo não faltou para o técnico brasileiro, que replicou os elogios à Itália. Ao elogiar o time italiano, Scolari falou que a azurra é uma das seis equipes favoritas ao título da Copa do Mundo de 2014, que acontece no Brasil. "Com o treinador Prandelli os italianos mostraram desenvolvimento em campo e qualidade, por isso pode muito bem ganhar o mundial", disse.

Perguntado sobre o atacante Balotelli, estrela do Milan, Felipão não negou sua admiração. "Se ele fosse brasileiro, com certeza me agradaria muito seguí-lo, observá-lo, mas como não é...", brincou. A partida, aliás, será o primeiro encontro entre o ídolo italiano e o brasileiro Neymar. Além do jogador do Santos, o ataque brasileiro também vai contar com Fred e Hulk. Além de Kaká, quem ficou de fora foi Dedé, que retorna hoje ao Brasil após sentir fortes dores abdominais.

Após a derrota do Brasil para a Inglaterra no amistoso de 6 de fevereiro, a partida de hoje será uma prova de fogo para o técnico da seleção. O jogo contra os italianos é o penúltimo antes da convocação do time para a Copa das Confederações, que ocorre de 15 a 30 de junho. O último será contra a Rússia, na próxima segunda-feira (25), em Londres.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI