Rússia/Sochi

Putin garante que gays serão bem recebidos nas Olimpíadas de Sochi

Vladimir Putin durante entrevista na televisão neste domingo, 19 de janeiro de 2014.
Vladimir Putin durante entrevista na televisão neste domingo, 19 de janeiro de 2014. Reuters

O presidente russo Vladimir Putin tentou tranquilizar hoje (19) os atletas e turistas sobre os Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi. A três semanas do início do evento, ele garantiu em entrevista à imprensa que todo mundo será recebido independentemente da orientação sexual. Putin também disse que não houve corrupção na organização do evento.

Publicidade

O presidente russo Valdimir Putin tenta diminuir a polêmica e as críticas à legislação russa que proíbe e pune com penas de prisão a "propaganda" de homossexuais diante de menores. Em reação a adoção dessa lei pelo país, vários líderes internacionais anunciaram o boicote dos jogos de Sochi. O líder russo tentou minimizar esses boicotes lembrando que “chefes de Estado e de governo não têm o hábito de participar da abertura das Olimpíadas”.

Putin continua defendendo a legislação que é acusada por organizações de Direitos Humanos de estigmatizar os gays. Segundo o presidente, o texto “proíbe a propaganda homossexual, mas também qualquer abuso sexual contra menores”. Ele explicou que isso não significa que os gays serão perseguidos e por isso “as pessoas que tem essa orientação sexual não-tradicional não devem ter medo de participar de Sochi”.

Corrupção

O presidente russo também negou na entrevista deste domingo a vários canais de televisão a existência de esquemas de corrupção envolvendo a organização do evento. Ele concedeu, no entanto, que houve tentativas de alguns fornecedores em superfaturar os preços.

Os jogos Olímpicos de Sochi, que acontecem de 7 a 23 de fevereiro, custaram 50 bilhões de dólares, soma recorde que transformou essa Olimpíada na mais cara da história.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI