Acesso ao principal conteúdo
Alemanha/Futebol

Bayern pode quebrar recorde de campeão alemão por antecipação

Bayern de Munique comemora vitória em jogo do campeontao alemão em 22 de março de 2014
Bayern de Munique comemora vitória em jogo do campeontao alemão em 22 de março de 2014 REUTERS/Kai Pfaffenbach
3 min

O Bayern de Munique pode comemorar seu primeiro título da temporada na noite desta terça-feira (25) após o jogo contra o Hertha Berlim. Se a conquista for confirmada, o time de Pep Guardiola quebrará seu próprio recorde já que será consagrado com oito rodadas de antecipação.

Publicidade

No ano passado, o Bayern comemorou a conquista do campeonato alemão na 28ª rodada. Desta vez, a equipe que impressiona pela sua força, regularidade e invencibilidade, poderá erguer o troféu na 27ª, e para isso, depende apenas de si mesma.

Até agora o time jogou 26 partidas, ganhou 24 e empatou as outras duas. Em caso de vitória esta noite no estádio Olímpico de Berlim, o Bayern de Munique chegará a 77 pontos e não poderá ser alcançado por nenhum outro adversário. Mesmo se não vencer, o troféu estará garantido se o vice, o Borussia Dortmund, perder ou empatar com o Shalke 04.

De olho na Liga dos campeões

O Bayern de Munique quer faturar logo o seu 24° título de campeão alemão para se concentrar na Liga dos Campeões que é sua prioridade. Nesta segunda-feira, Pep Guardiola voltou a afirmar que para o clube o mais importante é manter o troféu de campeão da competição inter-clubes europeia, um dos títulos conquistados na temporada passada.

Entre 2012/2013, o Bayern de Munique conquistou todos os títulos que disputou: além da Liga dos Campeões e do campeonato alemão, também faturou a Copa da Alemanha e o Mundial de Clubes da Fifa. “É difícil se manter concentrado todas as semanas para ganhar, para demonstrar que é mais forte que seu rival”, afirma Guardiola. “Se ganharmos os títulos, significa que a temporada foi boa”, disse o treinador.

Rejeição da tecnologia “linha do gol”

Os clubes alemães anunciaram nesta segunda-feira ter rejeitado a introdução da tecnologia conhecida como “goal-line”, que permite confirmar a entrada ou não da bola na linha do gol. Apenas 12 dos 36 clubes das duas principais divisões do futebol do país aprovaram o uso da tecnologia. O número ficou abaixo dos dois terços considerados necessários para a introdução da medida na Bundesliga.

Em entrevista coletiva, Reinhard Rauball, presidente da Federação Alemã de Futebol (DFL, na sigla em alemão) afirmou que o assunto já foi definitivamente decidido pelos clubes. Karl-Heinz Rummenigge, diretor do Bayern de Munique e o treinador do Borussia Dortmund, Jurgen Klopp, lamentaram que a Alemanha não vai adotar a tecnologia que já está em ação na Premier League inglesa.

A Fifa também já anunciou que a tecnologia goal-line será usada na Copa do Mundo de 2014 no Brasil
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.