Acesso ao principal conteúdo
Tênis/França

Marcelo Melo está na final de duplas e quer realizar sonho em Roland Garros

Marcelo Melo e Ivan Dodig comemoram na quadra a vitória e a classificação para a final de duplas.
Marcelo Melo e Ivan Dodig comemoram na quadra a vitória e a classificação para a final de duplas. Foto: Elcio Ramalho
Texto por: Elcio Ramalho
4 min

O brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig se classificaram nesta quinta-feira (4) para a final do torneio de duplas após uma vitória de 2 sets a 0 (parciais 6/3 e 7/5) contra a dupla formada pelo holandês Jean-Julien Rojet e o romeno Horia Tecau. Será a primeira presença de Melo em uma final de Grand Slam. A disputa pelo troféu vai ser dura, contra os irmãos Bryan, dupla número 1 do ranking. 

Publicidade

Marcelo Melo e Ivan Dodig demonstraram mais uma vez na partida, disputada no início da tarde ensolarada de Roland Garros, que estão mesmo afinados. Dominaram completamente o primeiro set, com duas quebras de serviço e fecharam com tranquilidade, por 6/3.

No set seguinte, a dupla Rojet-Tecau reagiu e ficou à frente no placar com uma quebra de serviço para abrir 4/3. No entanto, o brasileiro e o croata não deixaram os adversários embalar e fecharam o jogo com 7/5. “Esses são os momentos em que a gente tem mais que mostrar a confiança dos jogos anteriores. Especialmente em torneios como este, em que há vários momentos em que se fica em desvantagem, vai e volta. Você acaba passando por esses momentos em quase todos os jogos. Em uma semifinal, é o momento de usar toda nossa experiência individual e como dupla”, avaliou Melo.

“Conseguimos jogar bem, manter a tranquilidade até o fim e aproveitar toda a confiança que vemos tendo desde o início do torneio e também nesta temporada. Foi um bom jogo hoje”, disse.

A vitória permitiu também que Marcelo avaliasse os progressos verificados pela dupla nos últimos tempos. “Eu acho que a gente adquiriu mais solidez. Conseguimos nos manter mais sólidos no jogo, encontrar saídas nos momentos difíceis. Eu também melhorei muito minha devolução. Deu mais tranquilidade para o Ivan (Dodig), porque ele é o que melhor devolve na dupla. Eu ajudo mais na rede. A maneira como progredi na devolução ajudou bastante. E também essa solidez mental que a gente vem mostrando nos últimos jogos”, acrescentou.

Final contra a melhor dupla dos últimos tempos

Na final, Melo e Dodig, atuais números 3 do ranking, terão que enfrentar a dupla americana formada pelos irmãos gêmeos Bob e Mike Bryan. Eles passaram hoje pela dupla italiana Fabio Fognini e Simone Bolelli por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/3. Em cinco partidas na terra batida de Roland Garros este ano, a dupla cedeu apenas um set, nas quartas de final.

Marcelo Melo assina autógrafos a torcedores brasileiros ao sair da quadra de Roland Garros.
Marcelo Melo assina autógrafos a torcedores brasileiros ao sair da quadra de Roland Garros. Foto: Elcio Ramalho

Enquanto o brasileiro e o croata buscam um título inédito em Paris e na carreira, Bob e Mike Bryan podem erguer no sábado o terceiro troféu no Aberto da França (2003 e 2013), e somar 17 Grand Slams na carreira.

Os confrontos entre as duas duplas costumam ser muito disputados. Na final do Masters de Londres, em 2014, os irmãos Bryan venceram por 2 sets a 1, após definir a partida em um longo tie-brake (6-7[5], 6-2, 10-8).

“Nós já fizemos muitos confrontos com eles e tivemos chances. Jogamos as finais de Monte Carlo e Wimbledon, são sempre jogos duros. Agora é aproveitar esse momento que a gente vem passando, toda essa confiança que a gente tem, para usar neste momento mais importante que é a final”, afirmou Melo.

"Nós vamos aproveitar amanhã para montar a estratégia e nos prepararmos para ir com força total para cima deles. Não posso esconder que meu sonho seria erguer um troféu em Winbledon, que é meu torneio favorito, mas não deixa de ser um sonho levantar um troféu em um torneio tão famoso como Roland Garros", concluiu.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.