Futebol/Justiça

Executivo argentino envolvido em escândalo da Fifa se entrega na Itália

O argentino Alejandro Burzaco faz parte do alerta de prisão emitido pela Interpol.
O argentino Alejandro Burzaco faz parte do alerta de prisão emitido pela Interpol. Foto: Montagem RFI

Alejandro Burzaco, um dos três fugitivos argentinos procurados pela Justiça americana por envolvimento no escândalo da Fifa, se entregou nesta terça-feira (9) à polícia da Itália.

Publicidade

Em uma entrevista à rádio argentina La Red, o chefe da polícia de Bolzano, no norte da Itália, Giussepe Ricario, indicou que o argentino, que também tem um passaporte italiano, se apresentou na delegacia pela manhã, acompanhado de dois advogados.

Burzaco, que completará 50 anos no próximo dia 30, é presidente da empresa de marketing esportivo Torneos y Competências. Ele é suspeito de irregularidades na atribuição de direitos de transmissão de competições de futebol para a América Latina. O argentino continua detido na cidade italiana, que faz fronteira com a Suíça, e pode prestar depoimento nas próximas horas a um juiz local.

Segundo a imprensa argentina, Burzaco estava em Zurique no dia em que uma operação da polícia suíça prendeu vários dirigentes da Fifa. No entanto, o executivo argentino não estava em seu quarto de hotel durante a operação.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI