União Europeia

Durão Barroso quer acelerar reforma estrutural do bloco

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso.
O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso. Site officiel de la Commission européenne

A União Europeia adotou três novas autoridades supranacionais encarregadas de fiscalizar bancos, seguradoras e mercados. Em seu primeiro discurso do “Estado da União”, nesta terça-feira, o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, fez um apelo ao Parlamento Europeu para que sejam aceleradas as reformas no bloco e afirmou que a luta contra o desemprego será prioridade do Executivo comunitário nos próximos meses.

Publicidade

Leticia Fonseca, correspondente da RFI em Bruxelas

O primeiro discurso do Estado da União de Durão Barroso teve um tom de otimismo relativo, apesar das incertezas e desafios que a União Europeia terá que enfrentar. Nos próximos meses, o desemprego em alta e as finanças públicas desequilibradas dos países do bloco estão entre as cinco maiores preocupações do Executivo comunitário.

Diante do plenário do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, o presidente da Comissão Europeia reconheceu ter chegado a hora da verdade para a Europa. “Ou sobrevivemos juntos ou vamos afundar um a um”, dramatizou. Logo depois, afirmou que as previsões econômicas do bloco estão melhores hoje do que há um ano. Além disso, o presidente da Comissão Eurpeia anunciou crescimento acima do previsto para este segundo semestre.

Para assegurar o crescimento sustentável da UE, Durão Barroso voltou a defender a aceleração da agenda de reformas estruturais. O apelo do chefe do Executivo europeu coincidiu com a aprovação, pelos ministros das Finanças do bloco, em reforçar a vigilância sobre os orçamentos nacionais e instituições bancárias a partir de 2011.

Apesar da resistência da Grã-Bretanha, esta iniciativa, batizada de “semestre europeu”, pretende supervisionar as políticas econômicas e orçamentárias dos 27 países do bloco durante seis meses. O objetivo é detectar eventuais desequilíbrios que possam afetar a zona do euro o mais cedo possível.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI