Estados Unidos/Rússia

Em Moscou, vice dos EUA confirma apoio à entrada da Rússia na OMC

O presidente russo, Dmitri Medved e o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, durante encontro nos arredores de Moscou.
O presidente russo, Dmitri Medved e o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, durante encontro nos arredores de Moscou. Reuters

A entrada da Rússia na OMC (Organização Mundial de Comércio) e questões relacionadas à segurança na Europa foram os principais assuntos da reunião entre o presidente russo, Dmitri Medvedev, e o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que está em visita oficial de três dias ao país.

Publicidade

Com colaboração de Rinat Valiulin, correspondente da RFI, em Moscou,

Após o encontro com Joe Biden na quarta-feira, realizado na residência do presidente russo nos arredores de Moscou, Dmitri Medvedev sublinhou que seu país conta com o apoio norte-americano para a integração da Rússia à OMC, processo que já dura mais de quinze anos.

Quem pode impedir à entrada de Moscou nesta entidade internacional é a Geórgia com a qual a Rússia teve um conflito armado há pouco mais de dois anos, que resultou em anexação da parte do território desta ex-república soviética do Cáucaso e em boicote de mercadorias georgianas no mercado russo.

Observadores locais acham que sendo membro da OMC  Mundial de Comércio a Geórgia pode usar seu direito a veto para a entrada dos russos na organização. Entretanto, os americanos já garantiram à Rússia o devido apoio e cooperação neste assunto. Um representante oficial da Casa Branca disse há dias que os Estados Unidos esperam que isto se resolva até o final deste ano.

Outra questão importante que exige apoio e entendimento dos Estados Unidos e da Rússia está ligada à segurança europeia. Moscou e Washington defrontam-se com falta da compreensão mútua em relação aos meios que irão garantir esta segurança. Caso as partes nao chegarem a acordo até ao fim deste ano, a situação poderá representar a ameaça de uma nova corrida aos armamentos no continente.

Direitos humanos

Antes de se encontrar como o primeiro-ministro Vladimir Putin, o vice-presidente Joe Biden recebeu nesta quinta-feira representantes de diversas organizações de defesa de direitos humanos na Rússia. Em declarações à agência russa Interfax, militates presentes à reunião disseram que Joe Biden se referiu ao apoio dos Estados Unidos à entrada da Rússia à OMC como sinal dos progressos feitos por Moscou na questão dos direitos humanos no país.

Na reunião com o chefe de governo, Putin, o vice-presidente americano deve discutir principalmente avanços na cooperação econômica entre os dois países, reforçada após a chegada do presidente Barack Obama ao poder.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI