Acesso ao principal conteúdo
Grã-Bretanha/David Cameron

Governo conservador britânico comemora um ano no poder

O primeiro-ministro britânico David Cameron.
O primeiro-ministro britânico David Cameron. Reuters
Texto por: RFI
2 min

Há um ano conservadores e liberais-democratas selavam a primeira coalizão de governo na Grã-Bretanha em 65 anos. As eleições, uma semana antes, provaram o que todos já sabiam: os britânicos não queriam mais os trabalhistas no poder. Os conservadores conseguiram mais votos, mas não a maioria absoluta.

Publicidade

Fernanda Nidecker, correspondente da RFI em Londres

A renúncia do então primeiro-ministro Gordon Brown abriu caminho para que o candidato conservador, David Cameron, fechasse uma aliança com os liberais-democratas e se tornasse o novo premiê. O governo assumiu com a promessa de sanear as contas públicas e fazer a economia crescer de novo. As primeiras semanas foram de lua-de-mel, mas Nick Clegg, líder liberal-democrata que ganhou o posto de vice-primeiro-ministro, logo começou a ser criticado por não cumprir as promessas de campanha. Pressões dentro do seu partido vêm causando atritos na alta hierarquia da coalizão até hoje.

Um ano após o novo governo assumir, os britânicos estão sentindo no bolso o pacote de austeridade imposto pelo ministério das Finanças. Aumento de impostos e cortes equivalentes a 200 bilhões de reais no setor público, incluindo universidades e hospitais, foram algumas das medidas tomadas para tentar reduzir o gigantesco déficit do país.

Na quinta-feira passada, a coalizão foi novamente posta em xeque quando os eleitores voltaram às urnas num referendo sobre a reforma política. Conservadores defendidam o ‘não’ para a mudança do sistema que elege parlamentares, enquanto os liberais –democratas faziam campanha pelo ‘sim’. O partido de Nick Clegg não só amargou a derrota no referendo, como perdeu 600 cadeiras em conselhos locais. Analistas acreditam que a parceria continua de pé, mas entra numa nova fase, onde os dois partidos terão que provar que podem colocar suas diferenças de lado e tirar o país do sufoco econômico dos últimos três anos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.