Acesso ao principal conteúdo
Islândia/vulcão

Vulcão diminui atividade mas centenas de voos foram cancelados

O vulcão islandês, Grímsvötn, que entrou em erupção em 21 de Maio, continua a lançar cinza mas a sua atividade já está diminuindo.
O vulcão islandês, Grímsvötn, que entrou em erupção em 21 de Maio, continua a lançar cinza mas a sua atividade já está diminuindo. Reuters
2 min

A nuvem de cinzas do vulcão islandês Grimsvoetn chegou à Escócia, à Irlanda do Norte e ao sul da Noruega na manhã desta terça-feira, provocando o cancelamento de 252 voos. Até o final do dia, a nuvem deve atingir parte da Escandinávia e o norte da Alemanha.

Publicidade

A atividade do vulcão diminuiu e a nuvem está mais baixa, afirmou o Escritório islandês de Meteorologia. A União Européia estimou nesta terça-feira que não prevê um fechamento importante de seu espaço aéreo devido à ameaça das cinzas vulcânicas.

As companhias aéreas British Airways, KLM, Aer Lingus e Easyjet suspenderam pousos e decolagens nos aeroportos de Glasgow e Edimburgo, deixando milhares de passageiros bloqueados. O tráfego aéreo também está perturbado nos aeroportos de Aberdeen e Inverness. Fora da Escócia, os demais aeroportos britânicos funcionam normalmente.

A companhia de baixo custo Ryanair criticou a decisão das autoridades irlandesas de suspender os voos para a Escócia por razões de segurança e pede, em seu site internet, que o tráfego aéreo seja reaberto imediatamente. Em princípio, as companhias aéreas têm o direito de decidir operar ou não seus voos, desde que forneçam um plano de segurança às autoridades reguladoras.

O ministro britânico dos Transportes, Philip Hammond, disse que o Reino Unido está muito melhor preparado para gerenciar a crise no espaço aéreo do que no ano passado, quando a erupção de um outro vulcão islandês paralisou durante várias semanas o espaço aéreo europeu e causou perdas de 1,2 bilhão de euros ao setor.

Especialistas acreditam que a erupção atual é menos grave e os ventos se dirigem para o norte. O ministro francês dos Transportes, Thierry Mariani, disse que até quinta-feira o espaço aéreo francês não está ameaçado.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.