Acesso ao principal conteúdo
Escândalo/Inglaterra

França faz investigação sobre deputado britânico que participou de festa "nazista" nos Alpes

O deputado conservador britânico Aidan Burley foi filmado ao participar de uma festa com símbolos nazistas em um restaurante.
O deputado conservador britânico Aidan Burley foi filmado ao participar de uma festa com símbolos nazistas em um restaurante. Flickr/altogetherfool
Texto por: RFI
2 min

A França anunciou hoje a abertura de uma investigação sobre o deputado conservador britânico Aidan Burley, que foi filmado ao participar de uma festa com símbolos nazistas nos Alpes franceses. O episódio provocou um escândalo na Inglaterra, onde o deputado de 32 anos foi afastado do seu cargo de chefe de projetos junto à Secretaria dos Transportes.

Publicidade

A investigação preliminar começou nesta quarta-feira. Em um vídeo filmado no início de dezembro por um cliente do restaurante onde aconteceu a festa, pode-se ver um um dos participantes da festa vestido com um uniforme nazista. Em uma foto, o mesmo homem faz a saudação nazista na frente do restaurante.

Segundo a mídia britânica, Aidan Burley declarou, por meio de sua conta no twitter, estar profundamente arrependido e reconheceu que o comportamento de seus convidados foi "inapropriado".

O restaurante de Val-Thorens (centro-leste) onde foi organizada a festa polêmica anunciou hoje que irá prestar queixa por "incitação ao ódio racial" e "apologia de crime contra a Humanidade".

Segundo o advogado do estabelecimento, Julien Andrez, os funcionários fizeram com que o homem fantasiado retirasse os símbolos nazistas de seu uniforme.

"Não houve atos durante a refeição que justificassem um recurso à polícia", acrescentou, contestando a acusação divulgada pela organização SOS Racismo de que cantos nazistas teriam sido entoados.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.