Acesso ao principal conteúdo
Grécia/Crise

FMI dá sinal verde para empréstimo e completa plano de ajuda à Grécia

Christine Lagarde, diretora-gerente do FMI, ao lado de Lucas Papademos, primeiro-ministro da Grécia.
Christine Lagarde, diretora-gerente do FMI, ao lado de Lucas Papademos, primeiro-ministro da Grécia. Reuters/Yves Herman
Texto por: RFI
2 min

O Fundo Monetário Internacional (FMI) deu o sinal verde nesta quinta-feira para um novo programa de ajuda financeira à Grécia, no valor de 28 bilhões de euros. A soma completa o valor do segundo plano de salvação que evitou a falência do país.

Publicidade

O Conselho de administração do FMI analisou e aprovou o novo programa, concebido por uma duração de quatro anos. As somas serão desbloqueadas em etapas sucessivas. Por enquanto, a Grécia só pode dispor de 1,65 bilhão de euros desta nova oferta de crédito, destinada a apoiar o programa de ajustamento econômico das autoridades gregas.

O programa de ajuda aprovado em maio de 2010, por uma duração de três anos, foi cancelado. Os 20,3 bilhões que o governo grego recebeu nesse plano anulado devem ser reembolsados entre 2013 et 2015. Os 10 bilhões restantes do primeiro empréstimo concedido em 2010 foram integrados ao novo programa de ajuda.

A aprovação pelo FMI do novo empréstimo conclui uma longa negociação, paralela ao plano de ajuda europeu e à reestruturação da dívida grega pelo setor privado.

Previsões

O Fundo reviu em baixa as previsões de crescimento da Grécia. Afirmando que o país sairá da recessão em 2013, mas o crescimento do PIB será globalmente nulo. O FMI também estima que o PIB grego deverá cair 4,8% neste ano, depois de ter recuado 6,9% em 2011.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.