Itália/Terremoto

Sobe para 17 número de mortos em terremoto na Itália

Construções destruídas pelo terremoto desta terça-feira em Mirandola, perto de Modena, ao norte da Itália.
Construções destruídas pelo terremoto desta terça-feira em Mirandola, perto de Modena, ao norte da Itália. REUTERS/Alessandro Garofalo

Um novo terremoto de 5.8 na escala Richter ocorrido na manhã de hoje no norte da Itália deixou ao menos 17 mortos nos arredores de Modena, região da Emilia Romagna, segundo balanço provisório da defesa civil italiana. Quatro a cinco pessoas estão desaparecidas. O tremor de terra, seguido de três fortes réplicas, obrigou a retirada de 5 mil pessoas de suas casas, que se juntam aos 7 mil desabrigados do terremoto de 20 de maio na mesma região.

Publicidade

A bela região agroindustrial da Emilia Romagna, no norte da Itália, não para de tremer. Segundo o Instituto Nacional de Geofísica, o terremoto desta terça-feira foi registrado às 9h no horário local, a uma profundidade de 5 a 10 quilômetros.

Fábricas desabaram, soterrando operários, e edifícios já abalados pelo terremoto de nove dias atrás ruíram de vez. Em nove dias, desde o terremoto de Ferrara, o norte da Itália registrou 417 réplicas. Os 7 mil desabrigados refugiados em tendas, improvisadas em 89 acampamentos de emergência, continuam apavorados e não querem voltar para casa.

O tremor desta terça-feira foi sentido em todo o centro-norte da Itália, de Bolzano até a fronteira com a Áustria, passando por Milão e a região da Toscana, onde vários locais foram evacuados por questões de segurança. Em Veneza, uma estátua caiu, provocando pânico entre os moradores. Na fronteira com a França foram adotadas medidas de precaução depois que moradores saíram nas ruas em pânico.

O amistoso entre as seleções da Itália e de Luxemburgo, que estava previsto hoje na cidade de Parma, foi cancelado.

Alguns dos principais terremotos do continente europeu:
RFI

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI