Acesso ao principal conteúdo
Chipre/Crise

Parlamento do Chipre vota hoje plano de ajuda europeu

Os bancos cipriotas vão permanecer fechados até quinta-feira para evitar uma corrida às agências para saques.
Os bancos cipriotas vão permanecer fechados até quinta-feira para evitar uma corrida às agências para saques. REUTERS/Yorgos Karahalis
Texto por: RFI
3 min

O parlamento do Chipre decide finalmente na tarde de hoje, 19 de março de 2013, se aprova ou não o plano de resgate elaborado pela União Europeia e pelo FMI. O projeto prevê uma taxação sobre depósitos em bancos do país, em troca de uma ajuda de 10 bilhões de euros. A zona do euro pediu que os pequenos correntistas fossem poupados e o governo do Chipre decidiu exonerar as contas inferiores a 20 mil euros do plano.

Publicidade

A decisão mais aguardada na votação parlamentar cipriota de hoje é em relação ao polêmico e impopular imposto sobre contas bancárias no Chipre. Ontem à noite, os ministros das finanças da Zona do euro pediram que os pequenos correntistas fossem poupados.

Os europeus propuseram que os depósitos inferiores a 100 mil euros, cerca de 260 mil reais, fossem isentos da nova taxa. O governo do Chipre acatou parcialmente a proposta. O projeto de lei sobre o plano de resgate enviado para votação pelos parlamentares foi revisado, exonerando do novo imposto somente os depósitos inferiores a 20 mil euros.

O plano de resgate financeiro da ilha, negociado no sábado em Bruxelas, previa inicialmente a taxação de 6,7% de contas bancárias inferiores a 100 mil euros e de 9,9% de valores superiores em troca da ajuda de até 10 bilhões de euros. A medida inédita, que deveria gerar 5,8 bilhões de euros, provocou protestos no Chipre e criticas dos investidores internacionais.

O Instituto Internacional de Finanças, que reúne os principais bancos mundiais, denunciou um plano perigoso que cria um precedente ao acabar com a garantia de que as contas bancárias são invioláveis.

Para evitar retiradas maciças de dinheiro, o Banco Central do Chipre decidiu fechar os bancos do país. O plano de resgate e o novo imposto devem ser ratificados pelo parlamento cipriota antes da reabertura das agências, prevista para a próxima quinta-feira.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.