Acesso ao principal conteúdo
Itália/Berlusconi

Justiça da Itália confirma condenação de Berlusconi por fraude fiscal

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi é acusado de fraude fiscal.
O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi é acusado de fraude fiscal. REUTERS/Remo Casilli
Texto por: RFI
2 min

A Suprema Corte da Itália confirmou nesta quinta-feira a condenação à prisão do ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi por fraude fiscal. O tribunal, no entanto, anulou a decisão anterior de proibir Berlusconi de exercer cargos públicos. Esse ponto da sentença passará por um novo julgamento, decidiu a corte. Mas Berlusconi, de 76 anos, não deve realmente ser preso devido à sua idade avançada.

Publicidade

Berlusconi havia sido condenado em primeira e segunda instância a quatro anos de cadeia, reduzidos a um ano devido a uma anistia. Ele foi condenado por fraude fiscal na aquisição de direitos de televisão para sua empresa de comunicão, Midiaset.

Trata-se da primeira condenação definitiva do ex-premier desde que ele começou na política, em 1994.

Atualmente o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, dono de um império de comunicações, está envolvido em seis processos.

A condenação põe em risco a coalizão entre o partido de direita do ex-primeiro-ministro, o Povo da Liberdade, Partido Democrático, de centro-esquerda e do primeiro-ministro Enrico Letta. Agora, é possível que membros do partido de Letta não aceitem manter uma aliança com um partido comandado por um condenado pela justiça.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.