Acesso ao principal conteúdo
Itália/naufrágio

Equipes retomam buscas de corpos em Lampedusa

Polícia italiana carrega o corpo de um dos imigrantes mortos na praia de Catania
Polícia italiana carrega o corpo de um dos imigrantes mortos na praia de Catania REUTERS/Antonio Parrinello
Texto por: RFI
2 min

Os mergulhadores italianos retomaram nesta terça-feira pela manhã o resgate dos corpos das vítimas do naufrágio na ilha de Lampedusa, que deixou mais de 300 mortos. Até agora, as equipes conseguiram encontrar 250 cadáveres, de acordo com o porta-voz da guarda costeira italiana, Filippo Marini.

Publicidade

De acordo com o porta-voz, trata-se de uma operação complicada: os mergulhadores amarram uma corda em torno de uma das partes do cadáver, e depois içam o corpo para dentro do navio. "É um trabalho extremamente cansativo", declarou Marini.

O naufrágio do barco é uma das maiores catástrofes dos últimos anos envolvendo clandestinos. O barco transportava 500 africanos, e apenas 155 puderam ser resgatados.

Paralelamente, os imigrantes que estão no Centro de Recepção de Lampedusa protestaram nesta terça-feira contras as péssimas condições de vida, jogando colchões do lado de fora e bloqueando a circulação de ônibus.

O Alto Comissariado da ONU para refugiados também pediu a reestruturação do local, qualificando as condições atuais de inaceitáveis.

Nesta quarta-feira, o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e a comissária europeia para os assuntos internos, Cecilia Malmström, visitarão Lampedusa, acompanhados do premiê italiano Enrico Letta e do vice primeiro-ministro Angelino Alfano.

A comissária declarou que vai organizar uma grande operação de resgate no Mediterrâneo, de Chipre até a Espanha.

As agências de direitos humanos europeias defendem a mudança da legislação imigratória, alegando que ela sanciona principalmente os imigrantes.

Uma missa também será celebrada amanhã na basílica de São Pedro para lembrar a tragédia.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.