Acesso ao principal conteúdo
Ucrânia/Crise

FMI concede empréstimo de US$ 17 bilhões à Ucrânia

A diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde.
A diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde. Reuters / Magana
2 min

O conselho de administração do Fundo Monetário Internacional aprovou nesta quarta-feira (30) um plano de ajuda financeira de US$ 17 bilhões à Ucrânia. O crédito será concedido durante dois anos. Além de passar por uma profunda crise política devido aos movimentos separatistas pró-russos no leste do país, a Ucrânia está à beira da falência.

Publicidade

Uma primeira parcela de US$ 3,2 bilhões do empréstimo será desbloqueada imediatamente. Dois terços desse montante devem reforçar o orçamento ucraniano e afastar a curto prazo o fantasma de um calote.

A diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, admitiu que esse plano de ajuda comporta riscos geopolíticos. Além disso, não se sabe se o governo de Kiev conseguirá realizar as reformas impopulares exigidas pela instituição.

Do outro lado da fronteira, a economia russa entrou em recessão sob o efeito das sanções internacionais impostas a Moscou por seu papel na crise ucraniana, segundo avaliação do chefe da missão do FMI na Rússia.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.