Reino Unido/ julgamento

Ex-apresentador é condenado por pedofilia na Inglaterra

Apresentador  Rolf Harris chega ao tribunal, em Londres.
Apresentador Rolf Harris chega ao tribunal, em Londres. REUTERS/Toby Melville

O ex-apresentador australiano Rolf Harris, uma estrela na BBC britânica desde os anos 1960, foi condenado nesta sexta-feira (4) a cinco anos e nove meses de prisão por agressão sexual contra quatro vítimas, com idades entre 8 e 19 anos. A justiça considerou Harris culpado dos crimes ocorridos entre 1968 e 1986, em um caso que chocou o Reino Unido.

Publicidade

O ex-apresentador era tão conhecido que chegou a cantar sozinho no palácio real de Buckingham para o jubileu de diamante da rainha, em 2012, meses antes das denúncias de pedofilia. Atualmente com 84 anos, o acusado negou os crimes, mas confessou “uma parte obscura” em seu passado. O procurador afirmou que Harris tem dupla personalidade.

O juiz reconheceu que o acusado “contribuiu para causas nobres e obras de caridade”. “Mas o veredicto unânime do júri atesta que entre 1969 e 1986, você também cometeu múltiplos crimes sexuais, envolvendo vítimas com uma diferença de idade considerável em relação a você”, observou o juiz, que também destacou que “a falta completa de remorso” do ex-apresentador pesou na sentença. “Você se comportou no tribunal como se estivesse fazendo uma performance”, observou.

Harris compareceu ao Tribunal de Londres bem vestido e com a postura de celebridade que jamais abandonou. Entre as vítimas presentes na hora da sentença estavam a melhor amiga da filha do ex-apresentador, que suportou os abusos do australiano desde os 13 anos. “Ele roubou a minha infância”, declarou a mulher.

Campanha contra a pedofilia

O acusado foi apresentador do “Rolf’s Cartoon Club” até 1993, com uma programação de desenhos animados. Ele chegou a participar de uma campanha contra a pedofilia, na qual dizia que “as crianças sabem dizer não”. Ex-campeão de natação, graduado em Artes e Ciências da Educação, ele foi condecorado com a medalha da ordem do império britânico. Devido à idade avançada, o condenado pode ter a pena reduzida pela metade.

Harris foi o segundo escândalo sexual na BBC, depois que, em outubro de 2012, a rede de televisão privada ITV exibiu uma reportagem sobre o ex-apresentador da Jimmy Savile, morto em 2011, acusando o âncora de ter abusado de cerca de 300 menores ao longo de quatro décadas. Alguns dos casos teriam ocorrido dentro das próprias instalações da rede britânica, o que provocou uma grave crise interna e levantou suspeitas de omissão e de conivência de dirigentes em relação a esses abusos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI