Acesso ao principal conteúdo
Ucrânia/Rússia

Rússia e Ucrânia constatam que cessar-fogo está sendo respeitado

Soldados ucranianos perto de Slaviansk.
Soldados ucranianos perto de Slaviansk. REUTERS/Gleb Garanich
1 min

Apesar de algumas acusações mútuas de violações do acordo de cessar-fogo entre forças ucranianas e milícias pró-Rússia no leste da Ucrânia, os presidentes russo, Vladimir Putin, e o ucraniano, Petro Porochenko, constataram, em uma conversa telefônica, neste sábado (06), que a trégua está sendo globalmente respeitada. O acordo foi firmado na véspera.

Publicidade

Um comunicado da presidência ucraniana indica que os dois chefes de Estado concordam que o armistício está sendo seguido de maneira global. Além disso, os dois líderes discutiram medidas a tomar para que o cessar-fogo se torne permanente na região, em conflito há cinco meses. Em Moscou, o Kremlin declarou que “as duas partes exprimiram satisfação diante da adoção da medida”.

Os dois presidentes também conversaram a respeito das discussões em curso e implicações do acordo entre Kiev e Uniao Europeia para os integrantes da união alfandegária das ex-repúblicas soviéticas, liderada por Moscou.

Ajuda humanitária

Outro assunto abordado foi a respeito da “distribuição de ajuda humanitária aos habitantes de Lugansk e Donetsk”, dois bastiões dos separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia, teatro de combates com as forças ucranianas.

Um primeiro comboio de ajuda humanitária passou a fronteira entre Rússia e Ucrânia no final de agosto, sem passar por inspeção da Cruz Vermelha e sem permissão das autoridades ucranianas. Na ocasião, Kiev condenou a operação como uma “invasão direta”.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.