Alemanha/Berlim

Berlim está em festa para lembrar os 25 anos da queda do Muro

Sete mil balões recriaram o traçado do Muro de Berlim.
Sete mil balões recriaram o traçado do Muro de Berlim. REUTERS/Hannibal Hanschke

Milhares de alemães e turistas estão concentrados neste sábado (8) em locais históricos da capital alemã, palco das festividades dos 25 anos da queda do Muro de Berlim. As comemorações começaram na noite de sexta-feira (7), quando balões iluminados recriaram o traçado do muro que separou a cidade durante 28 anos. O ex-presidente soviético, Mikhail Gorbatchev, e o ex-líder sindical polonês, Lech Walesa, participam do evento que será encerrado no domingo (9).

Publicidade

O Muro de Berlim, que caiu em 9 de novembro de 1989, reapareceu como um “caminho de luz” na noite de sexta-feira. O prefeito da cidade, Klaus Wowereit, acendeu simbolicamente 25 dos 7.000 mil balões que retraçam os 15 quilômetros da barreira construída em 1961. Na noite deste domingo (9), os balões serão soltos, após uma festa popular no Portão de Bradenburgo que contará com a participação de artistas nacionais e internacionais.

Segundo a imprensa alemã, dois milhões de visitantes são esperados para comemorar o evento que marcou o fim da Guerra Fria e anunciou a reunificação da Alemanha e da Europa. A chanceler Angela Merkel, que cresceu na Alemanha comunista, considera Berlim quase “o símbolo da unificação europeia”.

Gorbatchev

No domingo, a líder alemã inaugura uma nova exposição permanente do Memorial do Muro. O último presidente da União Soviética,Mikhail Gorbatchev, apontado como o responsável pela reunificação alemã, participa das comemorações durante todo o final de semana. O ex-líder do sindicato polonês Solidarnosc, Lech Walesa, também foi convidado.

O Muro de Berlim foi derrubado no dia 9 de novembro de 1989, após semanas de grandes manifestações. Os alemães do leste foram às ruas exigindo mais liberdade e, para surpresa geral, o regime comunista autorizou as viagens ao estrangeiro dos cidadãos da RDA. Diante do grande fluxo de pessoas, os guardas da fronteira de Berlim Oriental abriram o Muro, provocando cenas de alegria que percorreram o mundo e marcaram o imaginário coletivo do século XX.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI