Acesso ao principal conteúdo
Escócia/Ebola

Europa tem novo caso de ebola

A segunda vítima do vírus ebola no Reino Unido foi internada no hospital Gartnavel, em Glasgow, antes de ser transferida para Londres.
A segunda vítima do vírus ebola no Reino Unido foi internada no hospital Gartnavel, em Glasgow, antes de ser transferida para Londres. REUTERS
Texto por: RFI
2 min

Um novo caso de ebola foi registrado nesta segunda-feira (29) no continente europeu. A vítima é um membro das equipes médicas que atuavam em Serra Leoa e que desembarcou na Escócia durante o fim de semana. Este é o segundo paciente no Reino Unido desde o início da epidemia que já matou 7.842 pessoas. De acordo com o último balanço divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 20 mil pessoas já foram contaminadas no mundo, a maioria delas na África.

Publicidade

De acordo com as informações divulgadas pelo governo escocês, a vítima seria uma enfermeira que combatia a doença em Serra Leoa, e que desembarcou na Escócia na noite de domingo, após ter passado por Casablanca, no Marrocos, e por Londres. Após se sentir mal, ela foi internada em uma área de isolamento do departamento de doenças infecciosas do hospital Gartnavel, em Glasgow.

Segundo a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, a vítima teria sido diagnosticada em um estado precoce da doença, o que diminuiria o risco de contaminação. Mesmo assim, o governo escocês informou em um comunicado que "todos os possíveis contatos que a paciente pode ter tido estão sendo agora investigados e qualquer um que possa estar em risco será contactado e submetido à observação”.

Para Alisdair MacConachie, responsável do Sistema de saúde público (NHS na sigla em inglês) da região de Glasgow, a vítima não teria apresentado nenhum “sinal clínico preocupante”. A enfermeira deve ser transferida para uma unidade especializada no Royal Free Hospital, em Londres.

Segundo caso de ebola no Reino Unido

O estabelecimento londrino é o mesmo que recebeu o enfermeiro voluntário britânico William Pooley, primeiro caso do vírus ebola no Reino Unido, no mês de agosto. Ele também havia sido contaminado durante uma missão em Serra Leoa e foi curado após dez dias de tratamento.

A Serra Leoa é o país mais atingido pelo vírus ebola. Desde o início da epidemia, mais de 20 mil pessoas já foram contaminadas, quase metade delas na nação africana. As demais vítimas foram registradas principalmente nas vizinhas Libéria e Guiné.

Segundo um balanço divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira, 7.842 pessoas já morreram desde o início da epidemia de ebola, em março deste ano.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.