Acesso ao principal conteúdo
Grã-Bretanha/UE

Cameron pede reforma da UE antes de referendo sobre permanência britânica no bloco

O premiê britânico David Cameron (e) se encontrou com o presidente francês François Hollande para discutir reformas na União Europeia.
O premiê britânico David Cameron (e) se encontrou com o presidente francês François Hollande para discutir reformas na União Europeia. REUTERS/Philippe Wojazer
Texto por: RFI
3 min

O primeiro-ministro britânico começou nessa quinta-feira (28) um giro pelo velho continente para defender um plano de reformas da União Europeia. David Cameron pediu mais flexibilidade no bloco. A viagem é vista como primeiro passo antes do referendo sobre a possível saída do Reino Unido do grupo, que deve acontecer em 2017.

Publicidade

Cameron disse que sua prioridade é “reformar a União Europeia para torná-la mais competitiva e responder às preocupações da população britânica” sobre a adesão do Reino Unido ao bloco. A declaração foi feita em Paris, após o encontro do premiê com o presidente francês, François Hollande.

Para o primeiro-ministro, as relações entre os países do grupo "não é boa o suficiente" e os líderes da região devem “ter imaginação” para colocar em prática as reformas que ele deseja implementar antes do referendo, até o final de 2017, sobre a permanência britânica na UE. "Temos prioridades diferentes, mas compartilhamos um objetivo em comum, que é encontrar soluções para estes problemas. O que importa é que a União Europeia e seus 28 membros sejam flexíveis e criativos o suficiente para reagir a estas questões e trabalhar juntos para encontrar respostas que tornarão o grupo mais bem-sucedido", completou o premiê.

França é contra reformas propostas por Cameron

Fortalecido com a vitória nas eleições legislativas de 7 de maio, Cameron pede, entre outras coisas, modificações nas regras atuais sobre o acesso a benefícios, como a previdência social, para os migrantes no bloco europeu. No entanto, o premiê não falou diretamente da proposta polêmica com o presidente francês. François Hollande, que é contra a revisão dos tratados fundamentais da União Europeia, também foi ponderado e disse durante o encontro que deseja que o Reino Unido continue no bloco, mas se mostrou disposto a negociar de forma “pragmática” com Londres.

O ministro francês da Relações Exteriores, Laurent Fabius, foi mais explícito, julgando "perigosa" a vontade de Londres de organizar um referendo sobre a permanência da Grã-Bretanha no grupo. “Se trata-se de desmembrar a União Europeia, isso não será possível. Nesse caso, temos a intenção de consultar nossos amigos alemães, trabalhar junto com a Comissão e com os outros”, disse o chefe da diplomacia francesa.

O premiê britânico passou por Paris após uma escala em Haia, onde se encontrou com o primeiro-ministro holandês Mark Rutte. O giro de Cameron continua em Varsóvia e Berlim.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.