UE/Imigração clandestina

Mais de 4 mil migrantes foram resgatados em apenas um dia no Mediterrâneo

Número de clandestinos resgatados pelas autoridades gregas no Mar Mediterrâneo aumentou este ano.
Número de clandestinos resgatados pelas autoridades gregas no Mar Mediterrâneo aumentou este ano. REUTERS/Yannis Behrakis

As autoridades italianas informaram que 4200 migrantes foram resgatados apenas nesta sexta-feira (29) no mar Mediterrâneo. Segundo a Guarda Costeira do país, pelo menos 17 corpos também foram encontrados em botes de borracha. Esse já está sendo visto como um recorde de clandestinos socorridos em um mesmo dia na região.

Publicidade

A Guarda Costeira Italiana confirmou que dezenas de embarcações emitiram pedidos de socorro entre o litoral da Líbia e a costa europeia. A intervenção de pelo menos quatro navios da Marinha da Itália, da polícia das fronteiras, mas também de barcos irlandeses e alemães que participam da operação Triton foi necessária para o resgate. Segundo as autoridades locais, vários migrantes sofriam de desidratação devido às condições extremas da travessia.

O total de pessoas resgatadas nas últimas 24 horas é o mais elevado dos últimos anos. Em 12 de abril, foram socorridos 3.791 emigrantes e, em 2 de maio, 3.690. "Isso funciona por períodos. Podem transcorrer vários dias sem nada e, em seguida, chegam muitos de uma só vez", explicou à imprensa o porta-voz da Organização Internacional para Migrações (OIM) na Itália, Flavio di Giacomo.

Desde o início do ano, mais de 40 mil clandestinos desembarcaram na Itália. Cerca de 1.700 pessoas, entre homens, mulheres e crianças, morreram ou desapareceram tentando a travessia, segundo o último boletim da OIM. Os números não incluem as operações desta sexta-feira.

Grécia é novo destino dos migrantes

Além da Itália, as autoridades registram uma alta de chegadas de clandestinos na Grécia. Cerca de 37 mil migrantes desembarcaram no país desde o início do ano, contra 3 mil no mesmo período de 2014.

No ano passado, as autoridades italianas registraram a chegada de 41.243 imigrantes em situação ilegal nas mesmas condições entre 1º de janeiro e 31 de maio.

Na quarta-feira (27), a Comissão Europeia pediu aos países-membros do bloco que acolham os 40 mil pedidos de asilo de refugiados da Síria e Eritréia que chegaram à Itália e à Grécia, em sinal de solidariedade com Roma e Atenas.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI