Acesso ao principal conteúdo
França

“Desenhar às avessas” de Diogo Pimentão

Diogo Pimentão, Documented, 2012
Diogo Pimentão, Documented, 2012 Diogo Pimentão
4 min

De 25 de Janeiro a 1 de Abril o Fundo Regional de Arte Contemporânea Normandia Rouen acolhe a exposição “Desenhar às avessas” de Diogo Pimentão.

Publicidade

40 obras, algumas inéditas, compõem a primeira grande exposição monográfica do artista português.

A exposição apresenta facetas inéditas de Diogo Pimentão. Há obras mais antigas nunca expostas. Desenhos. Círculos. Feitos com a ajuda dos filhos. Obras que nunca tinham tido espaço e tempo.

Mas os grandes formatos do artista não faltam. As folhas de papel trabalhadas a grafite, onde o perto e o longe brincam com os olhos de quem as vê. Intimista, minimalista e ambíguo. 15 anos de um percurso marcado pela exploração da porosidade das fronteiras entre o corpo e o espaço.

Em parceria com o Festival Pharenheit, Diogo Pimentão convidou o coreógrafo e bailarino Emmanuel Eggermont para uma performance em conjunto a 4 de Fevereiro. A 1 de Abril, Diogo Pimentão encerrará a exposição numa performance única com Inbal Ben Haim, artista circense e cordelista.

Diogo Pimentão nasceu em Lisboa, em 1973. Completou o curso de artes plásticas na escola de arte Ar.Co, em Lisboa, e fez um curso de escultura em Gotland, na Suécia. De volta a Portugal, foi assistente de Julião Sarmento e de Fernando Calhau.

Em 2003 recebeu o apoio à criação artística da Fundação Calouste Gulbenkian, ano em que partiu para Paris, onde viveu e trabalhou durante nove anos. Em 2012 mudou-se para Londres onde reside.

Diogo Pimentão, Artista Português

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.