Acesso ao principal conteúdo

"Eleições do medo": abstenção elevada na primeira volta das autárquicas

Os franceses votaram na primeira volta das eleições franceses apesar da epidemia de coronavírus.
Os franceses votaram na primeira volta das eleições franceses apesar da epidemia de coronavírus. REUTERS/Christian Hartmann
Texto por: RFI
3 min

França está já na fase mais grave de epidemia, mas os franceses foram chamados a votar para a primeira volta das eleições municipais. A abstenção foi histórica, mas verdes e nacionalistas saíram reforçados.

Publicidade

A primeira volta das eleições autárquicas deste domingo foram colocadas para segundo plano, face à epidemia de coronavírus que o país atravessa, e a abstenção subiu em flecha e se fixou em 55%, cerca de mais 20% comparativamente a 2014.

O próprio director-geral adjunto do Instituto francês de opinião pública, Yannick Vely, veio sublinhar a abstenção ao dizer que é "ruptura com um ciclo tradicional de eleições municipais" que normalmente são altamente participadas. Vely foi mais longe e falou em "eleições do medo" devido ao coronavírus.

No entanto, há partidos que ainda se reforçaram. Tal como nas eleições europeias, em maio do ano passado, em que o país tinha assistido a uma onda verde, nesta volta municipal voltou a repetir-se. 

Em cidades como Bordéus, Lyon ou Estrasburgo foram os movimentos verdes que lideraram. Em Paris, o partido socialista, da actual presidente Anne Hidalgo, com um programa bastante ecologista, também alcançou uma votação expressiva.

Os nacionalistas da União Nacional ficaram também bem posicionados. Alguns conseguiram mesmo a eleição à primeira volta, como nas cidades de Béziers e Tourcoing.

Tudo indica, no entanto, que a segunda volta, marcada para o próximo domingo, não venha a acontecer face à epidemia que o país atravessa. Várias líderes políticos pediram o adiamento do acto eleitoral, da esquerda à direita, e segundo a imprensa francesa, o próprio primeiro-ministro veio já sugerir que a segunda volta se possa vir a realizar em junho.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.