Acesso ao principal conteúdo
Vida em França

A cultura francesa em perigo por causa da pandemia de Covid-19

Áudio 12:45
Teatro. Imagem de Ilustração.
Teatro. Imagem de Ilustração. © Jean-Louis Fernandez
Por: Marco Martins
28 min

Nesta segunda-feira 11 de maio a França entra na primeira fase do levantamento do confinamento. As pessoas vão poder sair à rua, vão poder ir às compras, às lojas, e ao trabalho com algumas restrições como por exemplo ter uma máscara nos transportes públicos e respeitar o distanciamento social.

Publicidade

No entanto nesta primeira fase, os restaurantes, as salas de cinema, os teatros, bem como os eventos culturais ou desportivos vão continuar encerrados ou suspensos.

Para as actividades culturais, estas medidas acabaram por ser catastróficas em termos financeiros. O Governo não deu até agora respostas às preocupações dos actores destas actividades, remetendo para o final do mês de maio para uma nova avaliação.

José Cruz, humorista luso-francês.
José Cruz, humorista luso-francês. © Cortesia José Cruz

Em entrevista à RFI, José Cruz, humorista e actor luso-francês, assume-se revoltado com as decisões governamentais, essencialmente porque as autoridades não têm estendido a mão à cultura, fazendo passar primeiro a saúde, obviamente, mas depois a economia em geral, sem se preocupar com as consequências para o mundo cultural.

José Cruz afirma esperar por respostas e critica também alguns artistas que oferecem espectáculos gratuitamente na internet, sem pensar nas consequências para o futuro.

Vida em França 07-05-2020 MM

Recorde-se que a partir desta segunda-feira 11 de Maio, a França regressa a uma certa normalidade, suprimido por exemplo as autorizações para justificar uma qualquer saída.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.