Acesso ao principal conteúdo
Vida em França

Segunda volta de autárquicas em França perturbadas pela covid-19

Áudio 16:57
Mesa de voto em Mulhouse, no norte de França, aquando da primeira volta das autárquicas no passado 15 de Março.
Mesa de voto em Mulhouse, no norte de França, aquando da primeira volta das autárquicas no passado 15 de Março. SEBASTIEN BOZON / AFP
Por: Liliana Henriques

No próximo Domingo, em cerca de 5 mil autarquias aqui em França, uns 16 milhões de eleitores vão ser chamados às urnas no âmbito da segunda volta das eleições autárquicas. Apesar de muitos municípios terem já elegido os seus presidentes logo na primeira volta em Março, o suspense continua total em várias outras autarquias, nomeadamente em Paris e noutras grandes cidades como Lyon e Marselha. 

Publicidade

Entretanto, o país esteve completamente parado durante quase dois meses devido à pandemia de coronavírus, o que talvez poderia condicionar o tipo de resposta dos eleitores aos políticos que, no quadro das restrições ainda vigentes, não tiveram a possibilidade de fazer uma campanha de proximidade.

Outro elemento de análise desta campanha muito peculiar, foi a emergência de uma tendência de fundo, anterior à crise provocada pela covid-19, o forte impulso das preocupações com o meio ambiente, como observa Victor Pereira, historiador e professor na Universidade de Pau, no sudoeste de França.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.