Acesso ao principal conteúdo
Turquia

Turquia julga responsáveis pela morte Jamal Khashoggi

Jamal Khashoggi, jornalista saudita, assassinado no consulado da Árabia Saudita em Istambul.
Jamal Khashoggi, jornalista saudita, assassinado no consulado da Árabia Saudita em Istambul. REUTERS/Osman Orsal/File Photo
Texto por: RFI
2 min

A Turquia começa hoje a julgar à revelia 20 sauditas acusados de terem assassinado o jornalista Jamal Khashoggi na embaixada saudita em Istambul.

Publicidade

O processo dos 20 sauditas acusados pela Turquia de terem assassinado Jamal Khashoggi começa, esta sexta-feira, em Istambul.

O jornalista saudita de 59 anos, um crítico do regime saudita e colaborador do Washington Post, foi assassinado e o seu corpo foi esquartejado a 2 de Outubro de 2018 no consulado da Árabia Saudita em Istambul, onde foi buscar um documento para se casar. Os restos mortais de Khashoggi não foram encontrados até ao momento.

Julgamento à revelia

A Justiça turca emitiu mandatos de captura visando os acusados que podem vir a ser condenados à pena de morte. Entre os acusados estão um ex-conselheiro do príncipe herdeiro saudita e o general Ahmed al-Assiri são apontados como os mandantes do assassinato.

Os dois homens são acusados de ter ordenado "o homicídio voluntário, premeditado e com intenção de provocar sofrimento".

Como os vinte acusados não se encontram em território turco serão julgados à revelia.

Arábia Saudita: “execução extrajudicial”

Em Dezembro do ano passado, o Ministério Público da Arábia Saudita condenou cinco pessoas à morte por estarem envolvidas no crime do jornalista saudita Jamal Khashoggi. Outros seis suspeitos foram condenados a penas de prisão até 24 anos.

Na altura, a relatora especial da ONU sobre execuções extrajudiciais, Agnes Callamard, disse o julgamento se tratou de uma “execução extrajudicial” e pediu uma investigação ao príncipe Mohammed bin Salman.

Agnes Callamard que deverá estar presente no julgamento que inicia esta sexta-feira em Istambul.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.