Acesso ao principal conteúdo
França/Notre Dame

Notre-Dame e pináculo vão ser restaurados com a forma original

Queeda do pináculo da catedral de Notre Dame a 15 Abril de 2019.
Queeda do pináculo da catedral de Notre Dame a 15 Abril de 2019. Geoffroy VAN DER HASSELT / AFP
Texto por: Lígia ANJOS
2 min

O Presidente francês considera necessário restaurar a catedral de Notre-Dame de Paris e o pináculo de forma idêntica à original, destruída pelo incêndio do ano passado.

Publicidade

Emmanuel Macron volta atrás na decisão de reconstruir a catedral de Notre-Dame com uma nova flecha [pináculo] contemporânea.

"O Presidente confiou nos especialistas e aprovou as principais linhas do projecto apresentado pelo arquitecto responsável pela reconstrução, Philippe Villeneuve, que planeia reconstruir o pináculo de forma idêntica", avançou a presidência em comunicado.

Emmanuel Macron confirmou que a catedral deve ser restaurada de acordo com o seu estado original. O anúncio foi feito pela Presidência francesa à saída de uma reunião da Comissão Nacional de Património e Arquitectura, composta por autoridades, especialistas e arquitectos da obra.

A nova Ministra da Cultura francesa, Roselyne Bachelot, afirmou esta sexta-feira existir "um amplo consenso" para que o pináculo da catedral de Notre-Dame seja reconstruído com a mesma forma que tinha antes do incêndio de 15 de Abril de 2019.

A ministra da Cultura, que tomou posse esta segunda-feira, destacou ainda ser difícil que a obra seja exactamente idêntica à original, mas "deverá captar o espírito do pináculo".

A catedral de Notre Dame encontrava-se em obras de restauro quando, em Abril do ano passado, deflagrou um incêndio que demorou perto de 15 horas a ser extinto.

Embora a causa do incêndio não esteja ainda esclarecida, existem fortes indícios que apontam para o facto de um curto-circuito estar na origem do acidente.

As obras de Notre-Dame têm enfrentado múltiplos imprevistos, nomeadamente, a implementação de medidas contra a contaminação por chumbo ou a crise do novo coronavírus que obrigou a suspensão das obras e ainda o mau tempo no final do ano passado, que atrasou o restauro da catedral.

Os andaimes utilizados para reparar os danos causados pelo incêndio devem ser retirados até ao final do mês de Setembro, garantiu no início deste mês o representante do Governo para a reconstrução do monumento.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.