Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Comerciantes de Paris lamentam pouco uso de máscara

Áudio 09:13
Pessoas em frente à Basílica Sacré-Coeur
Pessoas em frente à Basílica Sacré-Coeur AFP - ALAIN JOCARD
Por: Lígia ANJOS

Em França, usar máscara em espaços públicos fechados é obrigatório desde o início da semana. A medida foi anunciada pelo governo francês face ao recrudescimento de casos de Covid-19. Os sectores da restauração e do comércio têm vindo a alertar as pessoas para a obrigatoriedade de usar máscara.

Publicidade

Num dos pontos mais turísticos da capital francesa, em Montmartre, poucas pessoas têm respeitado as medidas sanitárias, aponta um empregado luso-descendente de um restaurante do décimo oitavo bairro de Paris.

"Não há ninguém que respeite as medidas impostas, apenas as pessoas mais idosas ou mais frágeis. Estamos sempre a pedir aos clientes para usar máscara," descreve David.

"É preciso avisar as pessoas para que não se esqueçam de usar máscara", também nos explica Anabela Batista, que trabalha no restaurante Les Oisseaux.

Com lojas desertas, os comerciantes temem que o reforço de medidas sanitárias agudize o impacto económico nos negócios. "Aqui em frente ao restaurante, temos clientes que são donos dessas lojas e eles queixam-se de não ter clientes - não há quase ninguém, quase ninguém vai fazer saldos", descreve Anabela Batista.

"As pessoas ainda não se habituaram" a usar máscara nos restaurantes

Junto à Basílica do Sacré-Coeur, onde se encontra a loja de lembranças de Carlos Fernandes, os hábitos dos clientes mudaram. "Agora, todos os clientes entram com máscara e os clientes já se adaptaram a este sistema e ninguém contesta. Quem não quer entrar fica cá fora", descreve o comerciante.

O uso obrigatório de máscara entrou em vigor esta segunda-feira, 20 de Julho, em espaços públicos fechados, a medida foi considerada necessária pelos responsáveis de saúde para evitar o recrudescimento de novos casos de Covid-19.

Na terça-feira, o governo francês viu-se obrigado a agir face à contestação das pessoas sem capacidade económica para comprar máscaras. O ministro da Saúde, Olivier Véran, anunciou a distribuição gratuita de 5 milhões de máscaras por semana para as pessoas mais desfavorecidas.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.